Mercado fechado
  • BOVESPA

    98.953,90
    +411,95 (+0,42%)
     
  • MERVAL

    38.390,84
    +233,89 (+0,61%)
     
  • MXX

    47.743,15
    +218,70 (+0,46%)
     
  • PETROLEO CRU

    108,46
    +2,70 (+2,55%)
     
  • OURO

    1.812,90
    +5,60 (+0,31%)
     
  • BTC-USD

    19.065,18
    -136,97 (-0,71%)
     
  • CMC Crypto 200

    420,84
    +0,70 (+0,17%)
     
  • S&P500

    3.825,33
    +39,95 (+1,06%)
     
  • DOW JONES

    31.097,26
    +321,83 (+1,05%)
     
  • FTSE

    7.168,65
    -0,63 (-0,01%)
     
  • HANG SENG

    21.859,79
    -137,10 (-0,62%)
     
  • NIKKEI

    25.935,62
    -457,42 (-1,73%)
     
  • NASDAQ

    11.610,50
    +81,00 (+0,70%)
     
  • BATS 1000 Index

    0,0000
    0,0000 (0,00%)
     
  • EURO/R$

    5,5587
    +0,0531 (+0,96%)
     

Déficit comercial da zona do euro quase dobra em abril

Terminal de contêineres em porto de Hamburgo, Alemanha

BRUXELAS (Reuters) - O déficit comercial da zona do euro quase dobrou em abril em relação ao mês anterior, após uma expansão já recorde em março, e a produção industrial aumentou no mesmo período, mostraram dados oficiais nesta quarta-feira.

A agência de estatísticas da União Europeia, Eurostat, disse que os 19 países que compartilham o euro registraram um déficit comercial, não ajustado para variações sazonais, de 32,4 bilhões de euros em abril, em comparação com um déficit de 16,4 bilhões de euros em março. Em abril de 2021 houve um superávit de 14,9 bilhões de euros.

Ajustado para oscilações sazonais, o déficit comercial da zona do euro foi de 31,7 bilhões de euros.

O valor não ajustado das importações em abril disparou 39,8% em relação ao ano anterior, disse a Eurostat, enquanto o valor das exportações aumentou apenas 15,7%.

O déficit comercial da UE com a Rússia - seu principal fornecedor de energia - mais do que quadruplicou para 62,6 bilhões de euros no primeiro trimestre, ante 14,7 bilhões no mesmo período de 2021.

A mudança no valor das importações de energia da UE foi a mais impressionante, com o déficit no comércio de energia quase triplicando para 183,6 bilhões de euros nos primeiros quatro meses do ano em comparação com o mesmo período de 2021.

A produção industrial nos 19 países da zona do euro aumentou 0,4% em relação ao mês anterior, mas registrou queda de 2% ante ano anterior.

(Reportagem de Charlotte Van Campenhout)

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos