Débito não autorizado é reclamação nº 1 contra bancos

O Banco Central informou nesta segunda-feira que foram registradas 1.382 reclamações procedentes contra bancos em novembro. Em outubro, foram 1.478 reclamações e em setembro, 1.231. Débitos não autorizados lideraram o ranking do mês passado, com 217 reclamações. A cobrança irregular de tarifas ficou em segundo lugar (172), seguida por prestação do serviço de conta-salário de forma irregular (167).

Entre os bancos com mais de um milhão de clientes, o Banrisul aparece com o maior índice de reclamações (1,05), seguido por Banco do Brasil (1,04), Bradesco (0,91), Itaú (0,82) e HSBC (0,57). O índice considera o número de reclamações dividido pelo número de clientes e multiplicado por 100.000.

A lista completa de bancos com mais de um milhão de clientes mostra 1.153 reclamações procedentes no mês passado. O BC considera reclamações procedentes as demandas em que se constatou descumprimento de normativos do Conselho Monetário Nacional (CMN) ou do Banco Central do Brasil. Foram registradas ainda 5.947 reclamações em relação a essas instituições que não se referem a normativos do CMN ou do BC. Em relação às administradoras de consórcios, foram 21 reclamações procedentes, a maioria (9) referente à liberação de crédito.

Carregando...