Mercado fechará em 3 horas 1 minuto
  • BOVESPA

    118.426,64
    -1.219,76 (-1,02%)
     
  • MERVAL

    38.390,84
    +233,89 (+0,61%)
     
  • MXX

    45.090,05
    -35,66 (-0,08%)
     
  • PETROLEO CRU

    53,17
    -0,14 (-0,26%)
     
  • OURO

    1.865,00
    -1,50 (-0,08%)
     
  • BTC-USD

    31.475,50
    -2.026,60 (-6,05%)
     
  • CMC Crypto 200

    625,00
    -54,90 (-8,08%)
     
  • S&P500

    3.859,29
    +7,44 (+0,19%)
     
  • DOW JONES

    31.224,29
    +35,91 (+0,12%)
     
  • FTSE

    6.722,76
    -17,63 (-0,26%)
     
  • HANG SENG

    29.927,76
    -34,71 (-0,12%)
     
  • NIKKEI

    28.756,86
    +233,60 (+0,82%)
     
  • NASDAQ

    13.371,50
    +77,25 (+0,58%)
     
  • BATS 1000 Index

    0,0000
    0,0000 (0,00%)
     
  • EURO/R$

    6,5122
    +0,1042 (+1,63%)
     

Cyberpunk 2077 é removido da PlayStation Store e ações da CD Projekt despencam

Wagner Wakka
·3 minuto de leitura

A Sony removeu Cyberpunk 2077 da PlayStation Store e vai reembolsar jogadores insatisfeitos com o game. A decisão veio após a CD Projekt Red prometer correções e oferecer reembolso para quem não quer esperar até fevereiro, quando a última atualização do jogo para PlayStation 4 e Xbox One deve ser lançada. Sem saber da movimentação, inicialmente a Sony passou a recusar os pedidos de reembolso, mas recuou e decidiu que vai devolver o dinheiro enquanto mantém o título longe de sua loja.

O anúncio foi feito na noite desta quinta-feira (17): “A SIE se esforça ao máximo para garantir a satisfação dos clientes e, por isso, nós vamos começar a oferecer o reembolso integral para os jogadores que adquiriram Cyberpunk 2077 via PlayStation Store. A SIE também vai remover Cyberpunk 2077 da PlayStation Store por tempo indeterminado”.

<em>Recado da Sony para reembolso do jogo no site oficial (Foto: Reprodução/Sony)</em>
Recado da Sony para reembolso do jogo no site oficial (Foto: Reprodução/Sony)

Somente na manhã desta sexta-feira (18) é que a CD Projekt Red se pronunciou dizendo que a movimentação não é permanente.

“Em seguimento à discussão com a PlayStation, a decisão foi de temporariamente suspender a distribuição de Cyberpunk 2077 na PlayStation Store. Você ainda pode comprar versões físicas do jogo em lojas físicas e online”, aponta comunicado da CD Projekt Red.

Apesar da suspensão, quem preferir manter o jogo mesmo assim no PlayStation 4 e PlayStation 5 ainda receberá as correções futuras. “Todas as cópias digitais e físicas do jogo vão continuar a receber suporte e atualizações na medida em que continuarmos a melhorar sua experiência”, adicionou a empresa.

Para receber o reembolso do jogo comprado diretamente com a Sony é preciso fazer um requerimento no site da empresa, acessando este site.

“Assim que confirmarmos que você comprou Cyberpunk 2077 via PlayStation Store, vamos começar a processar o seu reembolso. A finalização do reembolso pode variar dependendo do seu método de pagamento e da instituição financeira”, explica a Sony.

A Microsoft também está oferecendo reembolso do game para Xbox One e Xbox Series X e S, mantendo a oferta de Cyberpunk 2077 em sua loja digital.

Problemas

Cyberpunk 2077 foi lançado em 10 de dezembro para PC e consoles. Entretanto, jogadores relataram que o game rodava extremamente mal, com gráficos bem aquém do esperado e com uma série de bugs, principalmente, no Xbox One e PlayStation 4.

Alguns analistas consideraram as versões para estes consoles quase como injogáveis. A própria CD Projekt Red reconheceu os problemas do título para PlayStation 4 e Xbox One e prometeu uma série de atualizações até fevereiro de 2021, oferecendo o reembolso a quem não quiser esperar até lá.

Diante de um lançamento recheado de críticas, a CD Projekt agora vê suas ações em queda. Desde o lançamento, os papéis da empresa acumulam queda de 36%. Após o anúncio da remoção do jogo da PlayStation Store, houve queda na casa dos 20%.

<em>Ações de CD Projekt operam em queda desde o lançamento do jogo (Foto: reprodução/Google)</em>
Ações de CD Projekt operam em queda desde o lançamento do jogo (Foto: reprodução/Google)

As ações da companhia chegaram a ser vendidas a 100 euros este ano, mas atualmente são negociadas na casa dos 57 euros cada.

Fonte: Canaltech

Trending no Canaltech: