Mercado fechará em 4 h 27 min
  • BOVESPA

    110.741,20
    -1.182,73 (-1,06%)
     
  • MERVAL

    38.390,84
    +233,89 (+0,61%)
     
  • MXX

    51.234,37
    -223,23 (-0,43%)
     
  • PETROLEO CRU

    82,19
    +2,21 (+2,76%)
     
  • OURO

    1.804,80
    -4,80 (-0,27%)
     
  • BTC-USD

    17.207,40
    +264,97 (+1,56%)
     
  • CMC Crypto 200

    407,84
    -3,38 (-0,82%)
     
  • S&P500

    4.043,04
    -28,66 (-0,70%)
     
  • DOW JONES

    34.196,73
    -233,15 (-0,68%)
     
  • FTSE

    7.582,07
    +25,84 (+0,34%)
     
  • HANG SENG

    19.518,29
    +842,94 (+4,51%)
     
  • NIKKEI

    27.820,40
    +42,50 (+0,15%)
     
  • NASDAQ

    11.932,25
    -78,00 (-0,65%)
     
  • BATS 1000 Index

    0,0000
    0,0000 (0,00%)
     
  • EURO/R$

    5,5308
    +0,0368 (+0,67%)
     

CVM quer conversar com Lula sobre criptomoedas

João Pedro Nascimento, atual presidente da CVM, em sabatina no Senado Federal
João Pedro Nascimento, atual presidente da CVM, em sabatina no Senado Federal

O atual presidente da Comissão de Valores Mobiliários (CVM), João Pedro Nascimento, confirmou que deve conversar com Luiz Inácio Lula da Silva sobre o tema das criptomoedas em breve.

O tema é apenas um dos assuntos que eles devem tratar sobre o mercado de capitais brasileiro, que passa por anos de renovação digital, além de um grande crescimento na base de investidores de produtos financeiros.

Nesta terça-feira (1), João Pedro lançou o resumo do que foram os primeiros 100 dias de sua gestão a frente da autarquia, mostrando detalhes do seu trabalho, inclusive no mercado cripto.

Presidente da CVM diz que deve tratar sobre as criptomoedas com Lula e gestão econômica

Diferente de seu primeiro mandato, quando ainda não existia o Bitcoin, agora Lula terá de lidar com o assunto ao assumir o comando do Brasil no início de 2023, um dos países com a sétima maior base de investidores em criptomoedas no mundo.

E um dos responsáveis por conversar com o futuro governo sobre o assunto deve ser o presidente da CVM, que destacou em uma entrevista ao Valor Econômico, divulgada hoje, que deve chamar Lula para conversar sobre criptomoedas.

Recentemente, a autarquia lançou o Parecer de Orientação n.º 40, quando informou ao mercado de criptomoedas brasileiro sobre novas regras a serem seguidas para melhor andamento do setor.

Tais recomendações, que não são obrigatórias, podem nortear futuras discussões e podem ainda prevenir o surgimento de golpes. Investidores podem ler o manual para evitar serem vítimas de fraudes financeiras, uma dura realidade que infelizmente cresceu no Brasil nos últimos anos.

Além das criptomoedas, João Pedro Nascimento espera alinhar com o novo governo a gestão do mercado de capitais, visto que seu mandato como presidente da CVM termina apenas em 14 de julho de 2027, devendo permanecer a frente do cargo por todo o período em que Lula estiver em seu mandato como Presidente da República.

Sobre regulação das criptomoedas, Lula já deixou claro que confia no Banco Central do Brasil para assumir o papel.

Primeiros 100 dias da gestão do presidente da CVM

Nesta terça-feira, o atual presidente da CVM publicou sua agenda dos 100 dias de sua gestão, onde mostrou o que foi o seu trabalho até aqui.

“A CVM completará 50 anos em 2026 e temos o objetivo de demonstrar ainda mais engajamento e compromisso com o mercado de capitais e a sociedade brasileira. Por meio dessas ações projetadas no que chamamos de Agenda de 100 Dias, com diálogo franco e transparente, tivemos, já no curto prazo, conquistas relevantes. Além disso, iniciamos projetos que, em médio e longo prazos, tendem a tornar o regulador mais forte, moderno, dinâmico e sustentável, características essenciais para que o segmento possa se desenvolver cada vez mais, com integridade e abertura. Um regulador forte promove desenvolvimento no mercado. Esse é o nosso foco.”

Para o futuro, ele espera que um concurso público reforce a CVM, que hoje conta com poucos profissionais para realizar seu trabalho.

“…Há tratativas com o Ministério da Economia para a realização de um concurso público em 2023… Teremos que criar uma superintendência para lidar com criptoativos”, disse ao Valor Econômico.

Com o chamado Open Capital Markets, ele espera tornar o mercado de capitais brasileiro mais democrático, dinâmico e tecnológico.

Fonte: Livecoins

Veja mais notícias sobre Bitcoin. Siga o Livecoins no Facebook, Twitter, Instagram e YouTube.