Mercado fechado
  • BOVESPA

    108.487,88
    +1.482,66 (+1,39%)
     
  • MERVAL

    38.390,84
    +233,89 (+0,61%)
     
  • MXX

    51.518,30
    +228,39 (+0,45%)
     
  • PETROLEO CRU

    112,70
    +0,49 (+0,44%)
     
  • OURO

    1.845,10
    +3,90 (+0,21%)
     
  • BTC-USD

    29.080,30
    -1.241,52 (-4,09%)
     
  • CMC Crypto 200

    650,34
    -23,03 (-3,42%)
     
  • S&P500

    3.901,36
    +0,57 (+0,01%)
     
  • DOW JONES

    31.261,90
    +8,77 (+0,03%)
     
  • FTSE

    7.389,98
    +87,24 (+1,19%)
     
  • HANG SENG

    20.717,24
    +596,56 (+2,96%)
     
  • NIKKEI

    26.739,03
    +336,19 (+1,27%)
     
  • NASDAQ

    11.838,00
    -40,25 (-0,34%)
     
  • BATS 1000 Index

    0,0000
    0,0000 (0,00%)
     
  • EURO/R$

    5,1528
    -0,0660 (-1,26%)
     

CVM faz alerta contra corretora de criptomoedas atuando no Brasil

·2 min de leitura
Botão de parada de emergência próximo de criptomoedas, alerta perda prejuízo
Botão de parada de emergência próximo de criptomoedas, alerta perda prejuízo

A Comissão de Valores Mobiliários (CVM) emitiu um alerta na última segunda-feira (17) contra uma corretora de criptomoedas atuando no Brasil. O grupo de empresas que estaria captando investidores no país para derivativos, não tem autorização da autarquia federal.

Em casos assim, é comum que a comissão envie ao mercado um alerta para que todos os investidores tomem cuidado com a ação das empresas, que pode causar prejuízos a investidores por conta de não ter autorização para funcionar.

Corretora de criptomoedas é alvo da CVM, que alerta ao mercado para perigos do negócio

A CVM divulgou um alerta contra a corretora de criptomoedas “Exness” nos últimos dias. Com algumas informações no site em idioma estrangeiro, a corretora criou uma página em português e começou a captar investidores no Brasil.

Para realizar essa tarefa, a CVM apurou que a empresa, supostamente fraudulenta, utilizava até perfis em redes sociais para atuar na captação de clientes.

a. restou evidenciada a existência de indícios de que as empresas denominadas NYMSTAR LIMITED, EXNESS B.V., VENICO CAPITAL LIMITED e VLERIZO (PTY) LTD, que se apresentam como responsáveis pela página exness. com/pt, vêm por meio da rede mundial de computadores, através do site mencionado e de perfis em redes sociais, buscando captar recursos de investidores residentes no Brasil para aplicações em valores mobiliários; b. as pessoas acima citadas não detêm autorização desta Comissão de Valores Mobiliários para atuar como intermediários de valores mobiliários.

Em sua página, ainda disponível na internet, a empresa oferece investimentos em Forex, atividade banida no Brasil. Além disso, índices de mercado, ações, metais preciosos e até em energia estão entre os serviços oferecidos pela suspeita empresa.

Criptomoedas listadas e opção de alavancagem

Listando vares pares de negociação de criptomoedas, essa corretora afirma em sua página que a plataforma funciona todos os dias, de forma ininterrupta. Chama atenção que a opção de alavancagem nas operações também é permitida pela empresa que aceita como depósito apenas o Bitcoin.

Plataforma Exness é banida do Brasil pela CVM, atuava como corretora de criptomoedas também
Plataforma Exness é banida do Brasil pela CVM, atuava como corretora de criptomoedas também

Vale lembrar que para investir em uma corretora de criptomoedas, é importante que seja feito uma busca sobre a reputação da empresa e se essa tem um lastro mínimo perante a confiança do mercado em seus sistemas, o que não é o caso da Exness.

De qualquer forma, a CVM alerta que essa corretora de criptomoedas retire sua captação do Brasil, sob pena de multa diária de R$ 1 mil.

Fonte: Livecoins

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos