Mercado abrirá em 4 h 6 min
  • BOVESPA

    98.672,26
    +591,96 (+0,60%)
     
  • MERVAL

    38.390,84
    +233,89 (+0,61%)
     
  • MXX

    47.741,50
    +1.083,60 (+2,32%)
     
  • PETROLEO CRU

    107,56
    -0,06 (-0,06%)
     
  • OURO

    1.840,70
    +10,40 (+0,57%)
     
  • BTC-USD

    21.400,79
    -29,69 (-0,14%)
     
  • CMC Crypto 200

    467,12
    +13,22 (+2,91%)
     
  • S&P500

    3.911,74
    +116,01 (+3,06%)
     
  • DOW JONES

    31.500,68
    +823,28 (+2,68%)
     
  • FTSE

    7.264,07
    +55,26 (+0,77%)
     
  • HANG SENG

    22.229,52
    +510,46 (+2,35%)
     
  • NIKKEI

    26.871,27
    +379,30 (+1,43%)
     
  • NASDAQ

    12.228,75
    +88,25 (+0,73%)
     
  • BATS 1000 Index

    0,0000
    0,0000 (0,00%)
     
  • EURO/R$

    5,5367
    -0,0157 (-0,28%)
     

CVC anuncia follow-on de até R$477 mi e ações caem

Bolsa de Valores B3

SÃO PAULO (Reuters) - O grupo de turismo CVC Brasil lançou nesta terça-feira uma oferta primária de ações para captação de cerca de até 477 milhões de reais junto ao mercado.

A empresa utilizará parte do montante levantado para reforço do capital de giro, visando desenvolvimento de sua estratégia de crescimento. A companhia disse no início do mês que vem observando elevação na demanda por viagens.

Por volta de 11h30, as ações da CVC caíam 3,4%, a 7,93 reais cada, tendo alcançado o menor patamar intradia desde março de 2020, a 7,83 reais. Os papéis do grupo de turismo estavam entre as principais quedas do Ibovespa, que caía 0,64%.

A CVC ofertará, inicialmente, 46,5 milhões de ações ordinárias, montante que pode ser acrescido em até 25%, ou 11,625 milhões de ações, em caso de lote adicional.

A companhia disse que pode captar até 477,2 milhões de reais com a oferta, caso o lote adicional seja integralmente colocado e com base no fechamento de suas ações na véspera, a 8,21 reais cada. O valor é meramente um indicativo, já que a definição de preço por ação no âmbito da oferta ocorrerá em 23 de junho após consulta com participantes do mercado.

Analistas do JPMorgan haviam calculado uma oferta de cerca de 1,1 bilhão de reais, ou 123 milhões de ações, com base na premissa de que a empresa levantasse recursos para financiar capital de giro, zerando a antecipação de recebíveis, segundo relatório a clientes datado de quinta-feira - quando a CVC anunciou que avaliava um follow-on.

Desde essa primeira manifestação da CVC, as ações do grupo caíram até 21,9%, na mínima desta terça-feira. Os papéis estão sendo pressionados nas últimas sessões pelo recuo dos mercados acionários globais, diante de temores com inflação e desaceleração econômica. O último fechamento no azul do papel foi em 26 de maio.

O grupo de turismo disse ainda que vai utilizar uma parcela dos recursos da oferta para pagamento de parte do saldo devedor em aberto de debêntures de sua emissão. A CVC anunciou na sexta-feira o cancelamento de uma emissão de debêntures de quase 1 bilhão de reais com propósito semelhante.

O Citigroup é o coordenador líder da oferta, enquanto o Bank of America também faz parte do sindicato de bancos.

(Por Andre Romani)

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos