Custo de vida na região metropolitana de São Paulo subiu 0,55% em novembro

SÃO PAULO – O custo de vida na Região Metropolitana de São Paulo teve alta de 0,55% no mês de novembro. Conforme mostrou a FecomercioSP (Federação do Comércio de Bens, Serviços e Turismo do Estado de São Paulo), este é um resultado superior a outubro, quando o CVCS (Custo de Vida por Classe Social) ficou em 0,43%.

Já considerando o acumulado dos últimos 12 meses, o índice soma uma elevação de 4,57%. Assim como no mês passado, a alta foi impulsionada pelos seguintes setores: artigos para o lar, com aumento de 0,92%, alimentos, de 0,74% e vestuário, com alta de 0,73%.

Classes mais atingidas
O aumento mais significativo foi para as faixas de renda mais baixa (D e E): 0,73% em novembro. Segundo a FecomercioSP este valor preocupa, principalmente em processos inflacionários, já que os maiores custos recaem sobre a parcela mais pobre da população. Nos últimos 12 meses a alta para essas classes mais baixas foi de 5,44%.

De acordo com a FecomercioSP, esse tipo de distorção mostra que as classes D e E estão sofrendo maiores perdas do seu poder de compra tanto na margem como no acumulado dos meses. “Em tese, esse efeito tende a reduzir o potencial dos mercado de classes 'emergentes', e é exatamente por isso que o Banco Central deve ficar muito atento para que não haja perda do controle da inflação”, relata a instituição.

Carregando...