Custo da indústria subiu 8,1% no 3º trimestre, diz CNI

Os custos da indústria nacional subiram 8,1% no terceiro trimestre de 2012 em relação a igual período do ano anterior. Trata-se do maior aumento desde o quarto trimestre de 2008, quando a crise financeira levou o dólar para a casa de R$ 2,39. As conclusões fazem parte do novo indicador de custos industriais elaborado pela Confederação Nacional da Indústria (CNI) e divulgado nesta quinta-feira em Brasília.

Segundo o gerente executivo da Unidade de Pesquisa da CNI, Renato da Fonseca, os gastos da indústria para a fabricação de seus produtos foram impactados no ano passado pela desvalorização do real e aumentos salariais. Os aumentos nessas duas variáveis compensaram a queda dos gastos financeiros gerada pela redução da taxa básica de juros, a Selic. Outro fator que pesou nos custos industriais foi o pagamento de impostos, especialmente o ICMS.

A política cambial do governo Dilma Rousseff tornou os produtos brasileiros um pouco mais competitivos em relação aos importados no mercado brasileiro, mas ainda não foi suficiente para recuperar os níveis observados em 2006, de acordo com Fonseca.

Carregando...