Mercado fechado

Curva amplia precificação de corte da Selic após produção fraca

Patricia Lara e Fernando Travaglini

(Bloomberg) -- Juros futuros passam a precificar corte de 21,5 pontos da Selic no Copom que se encerra nesta quarta-feira, de 19,6 pontos no fechamento de ontem, após dado da produção industrial frustrar as projeções.

Produção industrial de dezembro caiu -0,7% na comparação mensal, ante estimativa mediana de -0,5%, a segunda queda seguidaApós o dado, a Pantheon revisou a projeção para o PIB deste ano de 2,2% para 2,1%, diz Andres Abadia, economia-seniorSegundo ele, a queda de 8,8% em bens de capital “é muito preocupante” e sugere que a recuperação geral será modesta no curto prazoProdução abre porta para Selic a 4%, com dois corte de 0,25 pp, diz“A fraqueza da indústria no final do ano passado apoia nossa visão de que parte do otimismo recente sobre a recuperação do Brasil neste ano está fora de lugar”, escreveu a Capital Economics, em relatórioA fraqueza na atividade econômica também acrescenta peso ao argumento de que o Banco Central estenderá o ciclo de flexibilização na reunião de amanhãUBS também anunciou corte na previsão para o PIB de 2020, de 2,5% para 2,1%, mas cita o coronavirús como fator para a revisãoBanco espera corte de 0,25pp nesta quarta e outro de 0,25 pp na reunião seguinte

Para entrar em contato com os repórteres: Patricia Lara em Sao Paulo, plara6@bloomberg.net;Fernando Travaglini em São Paulo, ftravaglini@bloomberg.net

Para entrar em contato com a editoria responsável: Daniela Milanese, dmilanese@bloomberg.net

For more articles like this, please visit us at bloomberg.com

Subscribe now to stay ahead with the most trusted business news source.

©2020 Bloomberg L.P.