Mercado fechará em 1 h 40 min
  • BOVESPA

    120.913,96
    +993,35 (+0,83%)
     
  • MERVAL

    38.390,84
    +233,89 (+0,61%)
     
  • MXX

    49.214,37
    +279,46 (+0,57%)
     
  • PETROLEO CRU

    64,88
    +0,17 (+0,26%)
     
  • OURO

    1.831,50
    +15,80 (+0,87%)
     
  • BTC-USD

    57.866,93
    +1.024,65 (+1,80%)
     
  • CMC Crypto 200

    1.494,43
    +58,65 (+4,08%)
     
  • S&P500

    4.230,76
    +29,14 (+0,69%)
     
  • DOW JONES

    34.757,64
    +209,11 (+0,61%)
     
  • FTSE

    7.129,71
    +53,54 (+0,76%)
     
  • HANG SENG

    28.610,65
    -26,81 (-0,09%)
     
  • NIKKEI

    29.357,82
    +26,45 (+0,09%)
     
  • NASDAQ

    13.701,25
    +103,50 (+0,76%)
     
  • BATS 1000 Index

    0,0000
    0,0000 (0,00%)
     
  • EURO/R$

    6,3523
    -0,0143 (-0,22%)
     

Curso de tecnologia tem 400 vagas gratuitas para mulheres e transexuais

Redação Finanças
·1 minuto de leitura
Mulheres e transexuais podem se inscrever em curso; prioridade será para população negra
Mulheres e transexuais podem se inscrever em curso; prioridade será para população negra
  • Projeto capacita mulheres e pessoas trans para a área de tecnologia

  • São 400 vagas disponibilzadas

  • Prioridade é para a população negra

A fim de capacitar mais mulheres negras e pessoas trans para a área de tecnologia, Intel e Programaria - parceiras desde 2016 - anunciaram a iniciativa #MaisDiversidadeNaTecnologiaParceiras. Serão 400 bolsas no curso online Eu ProgrAmo, que oferece introdução à programação front-end. As informações são do Olhar Digital

Podem se inscrever no site mulheres, pessoas trans e travestis, mas a prioridade é para a população negra.

Programaria

A PrograMaria é uma organização que tem como objetivo empoderar mulheres usando a tecnologia. “A pauta da diversidade na tecnologia só faz sentido dentro de uma visão que abrange a pluralidade das pessoas! Muitas ações falam em diversidade, mas só contemplam mulheres brancas, cis, heterossexuais… Essa iniciativa é importante para reforçar que a tecnologia é melhor quando é para todas”, diz a fundadora da PrograMaria, Iana Chan.

A ação terá consultoria da TransEmpregos, projeto que tem como das fundadoras a cartunista Laerte Coutinho. É o maior e mais antigo projeto para ajudar a empregar profissionais transexuais.