Mercado abrirá em 56 mins
  • BOVESPA

    122.964,01
    +1.054,98 (+0,87%)
     
  • MERVAL

    38.390,84
    +233,89 (+0,61%)
     
  • MXX

    49.655,29
    -211,86 (-0,42%)
     
  • PETROLEO CRU

    66,19
    +0,91 (+1,39%)
     
  • OURO

    1.833,40
    -2,70 (-0,15%)
     
  • BTC-USD

    56.375,60
    +1.279,75 (+2,32%)
     
  • CMC Crypto 200

    1.528,31
    +1.285,63 (+529,76%)
     
  • S&P500

    4.152,10
    -36,33 (-0,87%)
     
  • DOW JONES

    34.269,16
    -473,66 (-1,36%)
     
  • FTSE

    6.992,61
    +44,62 (+0,64%)
     
  • HANG SENG

    28.231,04
    +217,23 (+0,78%)
     
  • NIKKEI

    28.147,51
    -461,08 (-1,61%)
     
  • NASDAQ

    13.266,25
    -79,75 (-0,60%)
     
  • BATS 1000 Index

    0,0000
    0,0000 (0,00%)
     
  • EURO/R$

    6,3417
    -0,0037 (-0,06%)
     

Curso de day trade vale a pena? Saiba como eles funcionam

Felipe Blumen
·5 minuto de leitura

O day trade dá sinais de que chegou para ficar. Segundo a Comissão de Valores Mobiliários, quase meio milhão de pessoas realizaram pelo menos uma negociação do tipo na Bolsa de Valores em 2020 - uma boa parcela dos 2,8 milhões que operaram na Bolsa no ano. Se há movimento, há mais gente querendo participar. E se há quem queira entrar na brincadeira, tem gente ensinando como. Com o boom dessa modalidade de investimento, portanto, vem também o dos cursos de day trade. 

Resumidamente, como já vimos aqui no Yahoo, o day trade é uma operação de compra e venda de ações ou derivativos realizada em um único dia. Seu objetivo é lucrar com a variação do preço no intervalo entre essas ações. Mas há quem defenda que o lucro é garantido (ou muito provável) se você tiver o conhecimento certo. E é preciso pagar por ele.

Leia também

Curso de day trade vale a pena? Veja como eles funcionam
Com a popularização do day trade chegaram também os cursos que prometem ensinar os atalhos desse tipo de investimento. Mas como eles funcionam?

São, em sua maioria, jovens que se apresentam como traders profissionais ou investidores experientes. Eles dizem ter enriquecido com operações desse tipo e até mostram alguns de seus bens para provar - geralmente carrões, escritórios luxuosos ou notas de dinheiro. Quem quiser ser como eles pode comprar seus ensinamentos, empacotados em cursos de formatos variados. Os pacotes incluem aulas e acompanhamento das negociações em tempo real. Mas será que é assim mesmo?

Como se aprende a fazer day trade

Home brokers não são muito intuitivos e, mesmo que aplicativos de corretoras sejam, não é qualquer um que vai entender o que está na tela. É preciso, portanto, aprender em algum lugar a realizar operações do tipo. Mais do que o manejo básico das operações, cursos sobre investimentos no geral prometem ensinar a maneira de fazer a chamada análise técnica do mercado. Isso é, examinar o movimento por meio das informações disponíveis e, em teoria, determinar o que tem mais chances de acontecer com os preços de um ativo na Bolsa em determinado prazo. 

Os cursos de day trade são um pouco diferentes. Embora existam em todos os tipos, para todos os níveis de investidores e com distintos formatos e preços, a proposta geral deles é repassar o conhecimento de como identificar oportunidades de negócio - e o momento certo para fazer. Nos cursos de day trade, a promessa é aprender coisas como estratégias de operação, “gerenciamento de riscos” e “disciplina”.

Termos técnicos se misturam a outros mais subjetivos nas descrições de cursos do tipo. Estratégias e objetivos claros são tópicos úteis a qualquer investidor, assim como saber o que são os minicontratos (pequenas frações de negociações maiores) e como operá-los em dólares ou no índice (em pontos na Ibovespa), que é o que day traders fazem. Mas “o comportamento de um trader”, como apresentado em alguns programas, pode parecer algo mais obscuro de se entender. Depende do professor conseguir explicar.

Como se aprende a fazer day trade? Quem ensina?
Como todos os tipos de investimento, o day trade exige que a pessoa saiba o que está fazendo. Mas, além dos conhecimentos técnicos necessários, muitos cursos vendem promessas de treinamento mais subjetivas

Quem ensina a operar na bolsa?

Em um passeio rápido pelo YouTube, é possível encontrar pelo menos um par de professores traders anunciando seus cursos. A maioria tem a seguinte abordagem: defende que qualquer pessoa pode começar a fazer day trade se tiver uma conta em corretora, gráficos para acompanhar a variação de preços e R$ 20 na carteira. Com isso, e seguindo os passos deles, qualquer pessoa pode virar day trader.

Mas isso é recente. A XP Investimentos trabalha com educação financeira desde que surgiu, por exemplo. Além disso, há anos quase toda corretora mantém pelo menos um analista ao vivo ensinando as pessoas a fazer day trade durante o horário de pregão. Mas agora a concorrência é enorme. E, para se destacar, as promessas são igualmente grandes.

Um canal famoso sobre day trade no YouTube, por exemplo, promete transformar qualquer pessoa que comprar seu curso (de cerca de R$ 2 mil) em um “trader de elite”. Isto é, em quem ganha entre R$ 1 mil a R$ 5 mil por dia. O professor, que se apresenta como milionário, rebate as reclamações dos alunos que perderam dinheiro com o argumento de que teria faltado a eles “disciplina”. 

O perfil se repete a cada esquina digital. Sobre esses professores “milionários” que vendem a fórmula do próprio sucesso na internet, a economista e analista de investimentos Gabriela Mosmann resume: “Se essa pessoa tivesse dinheiro, não estava ganhando a vida vendendo curso online”.

Como funcionam as mentorias e acompanhamentos?

Em busca de oferecer pacotes atrativos, muitos cursos de day trade vendem a promessa de mentores que vão acompanhar de perto o aluno até que ele seja experiente. Em uma live, um professor faz a propaganda operando ao lado do aluno iniciante, mostrando um lucro de R$ 3000 nas operações do dia. Em outra peça de publicidade, um “expert” diz que o cliente terá seu número pessoal para tirar dúvidas no privado, além de mentorias periódicas em grupo. Mas é assim mesmo que funciona?

Consultando as queixas disponíveis de cursos desse tipo no Reclame Aqui ou as reclamações nas próprias redes sociais, é possível encontrar algumas incongruências. Um usuário conta que cobranças adicionais eram feitas para tirar dúvidas no privado com o professor citado acima como “acessível”. Outro comprador aponta que, apesar da promessa de “mentoria guiada”, as aulas foram gravadas com meses de antecedência e o contato com os mentores era difícil. Há ainda casos de “mentorias em grupo” que eram salas onde os alunos operavam sozinhos.

Vale a pena fazer curso para day trade?

Se você quiser aprender mesmo a investir e saber operar com o day trade, deve levar em conta dois pontos antes de buscar a fonte de conhecimento ideal para isso. O primeiro é o consenso entre especialistas (os que estudam o mercado) de que não há conhecimento técnico que permita prever o futuro. Em segundo lugar, que qualquer promessa de dinheiro rápido e falso é suspeita, assim como argumentos de que é preciso perder dinheiro antes de começar a ganhar. 

O day trade é algo legal e válido e razoavelmente acessível. Mas estudos mostram que, nele, algumas pessoas ganham algum dinheiro e poucas pessoas ganham muito dinheiro. A maioria absoluta, perde. Tudo isso deve ser colocado na balança.