Mercado fechará em 3 h 44 min
  • BOVESPA

    109.225,13
    +248,43 (+0,23%)
     
  • MERVAL

    38.390,84
    +233,89 (+0,61%)
     
  • MXX

    51.790,26
    +121,62 (+0,24%)
     
  • PETROLEO CRU

    75,31
    -0,97 (-1,27%)
     
  • OURO

    1.748,20
    -5,80 (-0,33%)
     
  • BTC-USD

    16.206,66
    -336,20 (-2,03%)
     
  • CMC Crypto 200

    379,30
    -0,99 (-0,26%)
     
  • S&P500

    4.003,97
    -22,15 (-0,55%)
     
  • DOW JONES

    34.210,21
    -136,82 (-0,40%)
     
  • FTSE

    7.471,52
    -15,15 (-0,20%)
     
  • HANG SENG

    17.297,94
    -275,64 (-1,57%)
     
  • NIKKEI

    28.162,83
    -120,20 (-0,42%)
     
  • NASDAQ

    11.753,25
    -29,50 (-0,25%)
     
  • BATS 1000 Index

    0,0000
    0,0000 (0,00%)
     
  • EURO/R$

    5,6152
    -0,0092 (-0,16%)
     

Curitiba recebe “mercado do futuro” com IA e sem caixas no modelo "pegou, levou"

Imagine você indo às compras, e, depois de se identificar com o celular, tirar tudo o que precisa das prateleiras e sair sem enfrentar filas, passar ou no caixa ou sequer abrir a carteira. Esse tipo de “mercado do futuro” já popular em alguns países, e agora acaba de chegar ao Brasil, o primeiro da América Latina a receber a novidade. Tudo é possível graças à inteligência artificial e visão computacional.

MGo, do grupo Muffato, está em Curitiba, e, para usufruir as vantagens do mercado autônomo, o cliente precisa baixar um aplicativo e cadastrar um cartão de crédito. Tudo o que ele retira da prateleira é adicionado automaticamente à carteira digital do app do estabelecimento, e, depois da saída, o sistema identifica tudo o que foi comprado e desconta depois pelo software.

Mas que bruxaria é essa? Não é magia, é tecnologia. O conceito just go ou friction-free foi trazido para o Brasil pela Sensei, empresa portuguesa responsável pelo desenvolvimento do sistema. Como você deve imaginar, a unidade usa vários sensores, que, juntamente com a visão computacional e aprendizado profundo de máquina, consegue mapear tudo o que está ali. Assim, cada item retirado ou colocado na prateleira, assim como a interação das pessoas com os produtos, é minuciosamente observado e analisado em tempo real.

O MGo é o primeiro mercado autônomo da América Latina (Imagem: Divulgação/Grupo Muffato)
O MGo é o primeiro mercado autônomo da América Latina (Imagem: Divulgação/Grupo Muffato)

O MGo foi projetado também para que o cliente possa comer e beber dentro da própria unidade, que é conectada com Wi-Fi. Para usar, basta baixar o app do Super Muffato e acessar o ícone Muffato Go no celular. Depois, é só cadastrar o cartão de crédito em que a compra será debitada. A loja de Curitiba fica na avenida República Argentina 1.505, onde é só abrir o aplicativo, passar o QR code no leitor da catraca e fazer as compras.

Abaixo estão algumas dúvidas já respondidas pelo Grupo Muffato sobre o funcionamento do sistema:

  • Compras em grupo: várias pessoas podem entrar juntas, utilizando apenas um celular. O sistema de visão computacional identifica a presença do grupo e registra os produtos retirados da prateleira por todos, direcionando a conta para o cartão cadastrado. Atenção para outras pessoas que não pertencem ao grupo, tudo elas retirarem será adicionado à lista cadastrada na entrada. Evite esse tipo de situação;

  • A bateria do celular acabou durante as compras: não tem problema. Uma vez dentro da loja, o sistema segue direcionando os produtos adquiridos para o cadastro. Quando o cliente acessar o aparelho novamente, a lista estará lá e será debitada do cartão cadastrado. O celular serve apenas para dar acesso à loja;

  • Respeito aos dados: todo o sistema foi desenvolvido dentro das normas da Lei Geral de Proteção de Dados (LGPD), garantindo a proteção dos dados do cliente;

  • Conferindo o carrinho: O sistema pode demorar até 15 minutos para enviar o cupom fiscal ao consumidor, após a saída da loja.

  • Registro de itens: não é necessário realizar nenhum registro. Os artigos retirados são adicionados ao sistema por meio da tecnologia de visão computacional, sendo automaticamente associados ao carrinho virtual da pessoa que os retirou;

Mercado autônomo tem área para comer e beber sem a necessidade de caixas (Imagem: Divulgação/Grupo Muffato)
Mercado autônomo tem área para comer e beber sem a necessidade de caixas (Imagem: Divulgação/Grupo Muffato)
  • Retirada e devolução de produtos na prateleira: os artigos podem ser devolvidos e serão automaticamente removidos da lista. Os itens têm que ser obrigatoriamente recolocados nas prateleiras sensorizadas. Caso sejam deixados no chão, ou em outra superfície do mobiliário, serão cobrados;

  • Retirada de produtos da prateleira e entregues a outra pessoa: nessa loja, o cliente que retira da prateleira será responsável pelo pagamento dos produtos. Repasses mão a mão não são monitorados pelo sistema;

  • Produtos danificados: é possível chamar um funcionário para fazer a substituição;

  • Consulta do carrinho virtual: a lista é enviada para o aplicativo e poderá ser consultada na tela do celular, na aba “transações”. O QR Code expira em 30 segundos. Se o cliente acionar o QR code e demorar para passar a catraca deverá atualizar o código, o que pode ser feito “puxando” a tela do celular para baixo.

O horário de funcionamento da unidade autônoma é das 8h às 23h.

Fonte: Canaltech

Trending no Canaltech: