Mercado fechado

Cuidado: golpes virtuais usam fatura falsa da Claro para tentar enganar clientes

Felipe Gugelmin
·2 minuto de leitura

Clientes da operadora Claro precisam ficar atentos a um novo golpe que alerta sobre pendências falsas para convencer clientes a pagar boletos falsos. Nas mensagens, que imitam a comunicação oficial da empresa, surge a informação de que uma fatura vencida — com um valor que geralmente supera o do plano contratado — precisa ser paga através de um documento em PDF anexado.

O golpe é bastante sofisticado, com direito ao uso da identidade visual característica à provedora e um endereço de e-mail identificado como “MINHA CLARO”. Embora seja convincente, a mensagem traz algumas disparidades que ajudam a diferenciá-la com facilidade das cobranças e notificações oficiais feitas pela Claro.

Captura de Tela/CanalTech
Captura de Tela/CanalTech

Enquanto os criminosos usam o endereço relacionamento@minhaclaroresidencial.com em suas cobranças, a Claro alerta em todas as suas faturas que só utiliza o e-mail faturadigital@minhaclaro.com.br como forma de comunicar sobre cobranças. Além disso, a empresa só permite o acesso aos documentos em PDF mediante a informação de números do CPF do cliente, proteção que a mensagem falsa não possui.

Em sua página de segurança, a empresa oferece dicas de como evitar ser vítimas de cobranças indevidas e tentativas de phishing. Os clintes devem ficar atentos a mudanças súbitas no valor cobrado e verificar se suas informações cadastrais estão corretas, bem como se a data de vencimento é consistente com faturas anteriores. Além disso, a empresa aconselha os consumidores a ficar atentos à linguagem utilizada e ao número oficial usado para comunicações no WhatsApp.

Uma pesquisa recente da Kaspersky revelou que o Brasil é o país que mais sofre com tentativas de phishing em todo o mundo, superando países como Portugal, França, Guiana Francesa e Tunísia no ranking. A taxa de vítimas por aqui também é maior, superando os 13% da média global e chegando a 20% — a expectativa é que as tentativas de golpes devem crescer por aqui em 2021, muitas delas tendo o sistema de pagamentos via Pix como alvo.

Para evitar ser vítima de golpes do time é preciso ficar atento a algumas dicas simples, como evitar abrir e-mails de endereços desconhecidos, não confiar em pedidos de downloads automáticos ou abrir anexos suspeitos. Também é recomendado acompanhar as últimas atualizações de seu sistema operacional e manter um software antivírus ativo (e também atualizado) em sua máquina.

O Canaltech entrou em contato com a Claro para falar sobre o problema, e assim que a empresa enviar seu posicionamento nós acrescentaremos a esta matéria.

Fonte: Canaltech

Trending no Canaltech: