Mercado fechado
  • BOVESPA

    129.441,03
    -635,14 (-0,49%)
     
  • MERVAL

    38.390,84
    +233,89 (+0,61%)
     
  • MXX

    51.286,46
    +400,13 (+0,79%)
     
  • PETROLEO CRU

    70,78
    +0,49 (+0,70%)
     
  • OURO

    1.879,50
    -16,90 (-0,89%)
     
  • BTC-USD

    36.014,52
    +134,45 (+0,37%)
     
  • CMC Crypto 200

    924,19
    -17,62 (-1,87%)
     
  • S&P500

    4.247,44
    +8,26 (+0,19%)
     
  • DOW JONES

    34.479,60
    +13,36 (+0,04%)
     
  • FTSE

    7.134,06
    +45,88 (+0,65%)
     
  • HANG SENG

    28.842,13
    +103,25 (+0,36%)
     
  • NIKKEI

    28.948,73
    -9,83 (-0,03%)
     
  • NASDAQ

    13.992,75
    +33,00 (+0,24%)
     
  • BATS 1000 Index

    0,0000
    0,0000 (0,00%)
     
  • EURO/R$

    6,1926
    +0,0391 (+0,64%)
     

Cuidado! Golpes que prometem o saque do FGTS voltam a ganhar força

·2 minuto de leitura

Com o anúncio do calendário de saques-aniversário do Fundo de Garantia do Tempo de Serviço (FGTS), voltaram a crescer os golpes que prometem dinheiro garantido em troca de dados sensíveis. Segundo o dfndr lab, do grupo PSafe, um novo golpe que promete o recebimento de valores até R$ 3,9 mil já foi detectado mais de 10 mil vezes desde seu surgimento.

Imagem: Divulgação/PSafe
Imagem: Divulgação/PSafe

O número representa a quantidade de vezes que o link malicioso foi clicado ou compartilhado através de comunicadores como o WhatsApp. Ao cair no golpe, os usuários ficam vulneráveis ao roubo de dados pessoais que podem ser usados para realizar o saque indevido do benefício pelos meios oficiais. Além disso, criminosos também usam as informações obtidas para abrir contas em bancos, assinar serviços online, entre outras ações.

Como se proteger

O dfndr lab dá as seguintes orientações:

  • Use soluções de segurança em seu smartphone capazes de detectar malwares e alertar sobre links perigosos;

  • Não clique em sites desconhecidos compartilhados por comunicadores instantâneos ou redes sociais;

  • Na dúvida, não compartilhe mensagens e desconfie daquelas que prometem muitas vantagens;

  • Procure por meios oficiais para obter informações sobre o saque do FGTS e só use os aplicativos oficiais da Caixa Econômica Federal.

“Outro problema é quando a vítima compartilha o falso site com seus contatos, tornando-se um vetor de disseminação do golpe, o que garante aos cibercriminosos um crescimento acelerado dos ataques”, explica Emilio Simoni, diretor do dfndr lab. A dinâmica dos golpes é semelhante a outras ações recentes, como a que prometia o saque do Auxílio Emergencial do Governo.

O caso lembra o registrado pela PSafe em julho do ano passado, quando mais de 100 mil pessoas foram afetadas por meio de mensagens no WhatsApp. Usando interfaces que emulam o Facebook e comentários de redes sociais, os criminosos atuam de forma cada vez mais sofisticada, então é preciso ficar atento para não cair em um golpe por acidente.

Fonte: Canaltech

Trending no Canaltech: