Mercado abrirá em 6 h 33 min
  • BOVESPA

    113.430,54
    +1.157,53 (+1,03%)
     
  • MERVAL

    38.390,84
    +233,89 (+0,61%)
     
  • MXX

    54.564,27
    +42,84 (+0,08%)
     
  • PETROLEO CRU

    79,16
    +0,29 (+0,37%)
     
  • OURO

    1.941,80
    -3,50 (-0,18%)
     
  • BTC-USD

    23.163,01
    +294,33 (+1,29%)
     
  • CMC Crypto 200

    524,33
    +5,54 (+1,07%)
     
  • S&P500

    4.076,60
    +58,83 (+1,46%)
     
  • DOW JONES

    34.086,04
    +368,95 (+1,09%)
     
  • FTSE

    7.771,70
    -13,17 (-0,17%)
     
  • HANG SENG

    21.903,43
    +61,10 (+0,28%)
     
  • NIKKEI

    27.345,29
    +18,18 (+0,07%)
     
  • NASDAQ

    12.108,00
    -44,00 (-0,36%)
     
  • BATS 1000 Index

    0,0000
    0,0000 (0,00%)
     
  • EURO/R$

    5,5191
    +0,0035 (+0,06%)
     

Cubico fecha compra de projeto de energia solar de 1 GW com ZEG Energias Renováveis

Painel de energia solar

SÃO PAULO (Reuters) - A Cubico Sustainable Investments anunciou nesta terça-feira que fechou acordo com a ZEG Energias Renováveis para aquisição de um projeto de geração de energia solar de 1 gigawatt (GW) no Brasil.

A transação, que não teve seu valor divulgado, envolve um complexo solar fotovoltaico localizado nos municípios de Sobral e Santana do Acaraú, no Estado do Ceará.

Segundo comunicado, as empresas irão desenvolver conjuntamente o projeto, incluindo a negociação dos contratos para a construção do parque e acordos de suprimento de energia com terceiros.

O negócio marca a entrada da Cubico, que tem como acionistas o Ontario Teachers’ Pension Plan e o PSP Investments, em projetos da fonte solar no Brasil e vem após uma série de desinvestimentos feitos pela empresa no país.

"Este é nosso primeiro investimento em projetos solares no Brasil e continuamos com planos de crescimento do nosso portfólio via aquisições e desenvolvimento de projetos solares e eólicos onshore. Vemos essa operação como o início de uma parceria promissora com a ZEG", disse Francisco Moya, country head do Brasil e Latam da Cubico, em nota.

Já para a ZEG, o projeto Sobral irá aumentar a disponibilidade de energia renovável aos consumidores e clientes interessados na descarbonização dos seus processos produtivos, disse o CEO Daniel Rossi.

"Como parte do Grupo Capitale, a ZEG tem o potencial de alocar essa energia através de contratos no mercado livre, oferecendo boas oportunidades para companhias comprometidas com objetivos ESG", acrescentou Rossi.

(Por Letícia Fucuchima)