Mercado fechado
  • BOVESPA

    128.405,35
    +348,13 (+0,27%)
     
  • MERVAL

    38.390,84
    +233,89 (+0,61%)
     
  • MXX

    50.319,57
    +116,77 (+0,23%)
     
  • PETROLEO CRU

    71,50
    +0,46 (+0,65%)
     
  • OURO

    1.763,90
    -10,90 (-0,61%)
     
  • BTC-USD

    33.708,59
    -2.656,15 (-7,30%)
     
  • CMC Crypto 200

    888,52
    -51,42 (-5,47%)
     
  • S&P500

    4.166,45
    -55,41 (-1,31%)
     
  • DOW JONES

    33.290,08
    -533,37 (-1,58%)
     
  • FTSE

    7.017,47
    -135,96 (-1,90%)
     
  • HANG SENG

    28.801,27
    +242,68 (+0,85%)
     
  • NIKKEI

    28.964,08
    -54,25 (-0,19%)
     
  • NASDAQ

    14.103,00
    -62,50 (-0,44%)
     
  • BATS 1000 Index

    0,0000
    0,0000 (0,00%)
     
  • EURO/R$

    6,0361
    +0,0736 (+1,23%)
     

Cuba inicia ensaio clínico com crianças de seus imunizantes anticovid

·2 minuto de leitura
Um frasco da vacina cubana Soberana 2

Cuba anunciou na quinta-feira que iniciará um ensaio clínico em crianças com duas de suas candidatas a vacinas contra a covid-19, concebidas e desenvolvidas na ilha.

O estudo aprovado será "realizado na faixa etária entre 3 e 18 anos, dividido em dois grupos, iniciando com adolescentes de 12 a 18 anos, seguido pelo grupo de crianças de 3 a 11 anos", indicou o Centro para o Controle Estatal de Medicamentos, Equipamentos e Dispositivos Médicos (CECMED).

O ensaio "visa avaliar a segurança, reatogenicidade e imunogenicidade" em menores das vacinas candidatas Soberana 2 e Soberana Plus, acrescentou.

As autoridades informaram que a aprovação deste novo ensaio clínico se deve ao aumento de casos positivos de covid-19 em crianças, e à segurança demonstrada por esses imunizantes em outros ensaios clínicos realizados no país.

“As vacinas se mostraram seguras e bem toleradas em adultos”, indicou o CECMED, que especificou que até 27 de maio foram registrados 18.249 casos confirmados em menores, sendo 983 em crianças menores de um ano.

“Embora a maioria das crianças sofra da doença de forma moderada, é perigosa pelas complicações que podem sofrer no período da infecção e pelas consequentes sequelas deixadas pela doença”.

Os imunizantes serão aplicados, como já foi feito nos ensaios com adultos, em três doses a cada 28 dias, sendo as duas primeiras do Soberana 2 e uma do Soberana Plus, indicou a agência.

Cuba tem cinco vacinas candidatas, duas delas (Soberana 2 e Abdala) em fase final de testes clínicos. Espera-se que a autorização oficial seja concedida neste mês.

No entanto, devido ao recrudescimento das infecções - que já somam 153.578 casos positivos e 1.057 mortes desde o início da pandemia - o governo lançou uma campanha de vacinação nas populações em risco em 12 de maio. As autoridades esperam ter vacinado 70% da população até o final de agosto.

Sob embargo dos Estados Unidos desde 1962, Cuba começou a desenvolver suas próprias vacinas na década de 1980 e atualmente cerca de 80% dos imunizantes incluídos em seu programa nacional de imunização são fabricadas na ilha.

lp/cb/lda/am

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos