Mercado fechará em 2 h 28 min

Cruzeiro do Sul Educacional protoloca prospecto para IPO

Álvaro Campos
·1 minuto de leitura

Empresa de 50 anos é quarto maior grupo de ensino do país, com uma média de 330 mil alunos por ano A Cruzeiro do Sul Educacional protocolou na Comissão de Valores Mobiliários (CVM) o prospecto preliminar para a realização de uma oferta publica inicial de ações (IPO, na sigla em inglês). A oferta será primária - quando os recursos vão para o caixa da empresa - e secundária, quando acionistas atuais vendem parte de suas fatias. Ainda não há informações sobre quantas ações serão vendidas, nem um possível cronograma da oferta. A operação é liderada por BTG Pactual, Bradesco BBI, Bank of America, Morgan Stanley e Santander. Fundada há mais de 50 anos em São Miguel Paulista, a Cruzeiro do Sul diz que é o quarto maior grupo de ensino do país, com uma média anual de 330 mil alunos e 25 campi, além de 1.134 polos de educação à distância. Além da marca Cruzeiro do Sul, é dona da Unicid, UDF Centro Univertário, Universidade Positivo, entre outras. No período de nove meses até setembro, teve receita líquida de R$ 1,331 bilhão, com crescimento de 20,0% na comparação com igual intervalo do ano passado. No entanto, registrou prejuízo líquido foi de R$ 78,372 milhões, revertendo lucro de R$ 79,430 milhões nos nove primeiros meses de 2019. Os principais acionistas são Archy, com 43,46%, FIP D2HFP, com 28,27%, e FIP Alfa 7, com 28,27%. A companhia pretende utilizar os recursos da oferta primária para realização de operações de fusões e aquisições (97%) e expansão e investimentos greenfield (3%).