Mercado fechado

Cruzeiro ficará na Série B e terá adversários maiores e competitivos em 2021

Alexandre Praetzel
·2 minuto de leitura
Felipão vibra com o gol do Cruzeiro, na derrota de 2 a 1 para a Ponte Preta. Foto: Rebeca Reis/AGIF
Felipão vibra com o gol do Cruzeiro, na derrota de 2 a 1 para a Ponte Preta. Foto: Rebeca Reis/AGIF

O Cruzeiro não conseguirá o acesso para a Série A do Brasileiro e vai viver o calvário da Série B por mais uma temporada. O time perdeu para a Ponte Preta por 2 a 1 e permaneceu com 40 pontos, nove atrás do Juventude, quatro colocado. Agora, o Cruzeiro precisa vencer os sete jogos que restam para atingir 61 pontos, pontuação sempre insuficiente na média para conseguir a vaga.

Baixe o app do Yahoo Mail em menos de 1 min e receba todos os seus emails em 1 só lugar

Siga o Yahoo Esportes no Google News

O zagueiro Ramon, inclusive, jogou a toalha depois da derrota em Campinas. O técnico Luiz Felipe Scolari sabia das dificuldades e sempre mencionou a prioridade em escapar de um rebaixamento para a Série C, se garantindo na competição. Vale lembrar que o Cruzeiro começou com seis pontos negativos, por causa de uma punição imposta pela Fifa, por falta de pagamento ao Al Wadha, dos Emirados Árabes, na aquisição do volante Denílson, em 2016.

Leia também:

O blog assistiu os 31 confrontos do Cruzeiro e viu uma equipe fragilizada emocionalmente, com pouco poder de reação. O elenco montado foi bem limitado para as necessidades e foi reforçado com atraso, quando a situação já estava complicada. A diretoria também se atrapalhou com as escolhas de técnicos, sem paciência e planejamento com Enderson Moreira e Ney Franco.

Felipão voltou ao clube com um contrato até 2022, sabendo que a volta para a elite vai demandar calma e muito trabalho. Em 2021, o Cruzeiro não será o alvo a ser batido e sim um forte candidato ao título, mesmo com prováveis adversários maiores e mais competitivos como Goiás, Coritiba, Botafogo e Sport ou Bahia ou Fortaleza.

Torci pelo Cruzeiro por gostar de futebol, mas admito que o sofrimento dos torcedores deve ter sido grande no pior ano da história do clube. Que volte forte em 2022!

Siga o Yahoo Esportes no Instagram, Facebook e Twitter

Assine agora a newsletter Yahoo em 3 Minutos