Mercado fechado
  • BOVESPA

    128.405,35
    +348,13 (+0,27%)
     
  • MERVAL

    38.390,84
    +233,89 (+0,61%)
     
  • MXX

    50.319,57
    +116,77 (+0,23%)
     
  • PETROLEO CRU

    71,50
    +0,46 (+0,65%)
     
  • OURO

    1.763,90
    -10,90 (-0,61%)
     
  • BTC-USD

    35.751,67
    -1.829,61 (-4,87%)
     
  • CMC Crypto 200

    888,52
    -51,42 (-5,47%)
     
  • S&P500

    4.166,45
    -55,41 (-1,31%)
     
  • DOW JONES

    33.290,08
    -533,37 (-1,58%)
     
  • FTSE

    7.017,47
    -135,96 (-1,90%)
     
  • HANG SENG

    28.801,27
    +242,68 (+0,85%)
     
  • NIKKEI

    28.964,08
    -54,25 (-0,19%)
     
  • NASDAQ

    14.103,00
    -62,50 (-0,44%)
     
  • BATS 1000 Index

    0,0000
    0,0000 (0,00%)
     
  • EURO/R$

    6,0361
    +0,0736 (+1,23%)
     

Cristal Union diz que menor produção de açúcar no Brasil melhora perspectivas

·1 minuto de leitura
CEO da Cristal Union, Alain Commissaire, durante entrevista à Reuters em 2020, em Paris

Por Sybille de La Hamaide

PARIS (Reuters) - A Cristal Union provavelmente dobrará seu lucro líquido nesta temporada, com uma produção maior e preços firmes devido à menor oferta brasileira, disse o diretor-geral da segunda maior produtora de açúcar da França.

A cooperativa registrou um lucro líquido de 69 milhões de euros no ano até 31 de janeiro, após um prejuízo de 89 milhões de euros no ano anterior, informou a empresa nesta segunda-feira, confirmando notícias publicadas pela Reuters no final de maio.

Os resultados foram impulsionados por uma recuperação nos preços do açúcar e vieram apesar de uma queda de 30% na produtividade da beterraba sacarina no ano passado devido à seca e doenças.

As vendas de álcool para desinfetantes foram impulsionadas pela pandemia e aumentaram dez vezes, para 500 mil hectolitros, compensando totalmente a queda nas vendas de etanol usado em biocombustíveis para veículos, disse a Cristal Union.

Os futuros do açúcar atingiram seu maior nível em quase quatro anos em fevereiro e continuaram oscilando em torno de 18 centavos de dólar por libra-peso em maio, em meio à alta nos preços do etanol e a preocupações com a safra de cana-de-açúcar do Brasil, principal produtor, afetada pela seca.

"Não há razão objetiva para que esse nível (18 centavos) seja perdido nos próximos meses", disse o diretor-geral Alain Commissaire.

Uma recuperação da safra de beterraba deverá ajudar os lucros da Cristal Union em 2021/22, disse ele.

Commissaire espera que o lucro antes de juros, impostos, depreciação e amortização (Ebitda) aumente em 50% nesta temporada, de 201 milhões de euros reportados para 2020/21 e 63 milhões um ano antes.

(Por Sybille de La Hamaide)

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos