Crise internacional ainda não chegou ao fim, diz Fazenda

A crise econômica internacional iniciada em 2008 ainda não chegou a seu capítulo final, segundo o Ministério da Fazenda. De acordo com o boletim "Economia Brasileira em Perspectiva" divulgado nesta sexta-feira, nos Estados Unidos, do lado fiscal, o debate sobre o chamado "Abismo Fiscal" ainda não encontrou a solução e o aperto fiscal poderá causar uma grave recessão no país, com impactos na economia mundial.

Na Europa, segundo o governo, persiste a crise em países como Grécia, Portugal e Espanha, com severos impactos econômicos e sociais, e a crise começa também a afetar nações mais sólidas, como a Alemanha. "Assim, é importante que os membros da Zona do Euro encontrem soluções rápidas e duradouras, principalmente em termos de ampliação da supervisão bancária e da consolidação fiscal, para que o crescimento econômico retorne à região", diz a Fazenda.

Carregando...