Mercado fechado
  • BOVESPA

    106.296,18
    -1.438,83 (-1,34%)
     
  • MERVAL

    38.390,84
    +233,89 (+0,61%)
     
  • MXX

    51.889,66
    -130,39 (-0,25%)
     
  • PETROLEO CRU

    83,98
    +1,48 (+1,79%)
     
  • OURO

    1.793,10
    +11,20 (+0,63%)
     
  • BTC-USD

    61.274,76
    +390,04 (+0,64%)
     
  • CMC Crypto 200

    1.453,34
    -49,69 (-3,31%)
     
  • S&P500

    4.544,90
    -4,88 (-0,11%)
     
  • DOW JONES

    35.677,02
    +73,94 (+0,21%)
     
  • FTSE

    7.204,55
    +14,25 (+0,20%)
     
  • HANG SENG

    26.126,93
    +109,40 (+0,42%)
     
  • NIKKEI

    28.804,85
    +96,27 (+0,34%)
     
  • NASDAQ

    15.324,00
    -154,75 (-1,00%)
     
  • BATS 1000 Index

    0,0000
    0,0000 (0,00%)
     
  • EURO/R$

    6,5808
    -0,0002 (-0,00%)
     

Crise de energia na China volta a pressionar minério de ferro

·2 minuto de leitura

(Bloomberg) -- Cortes de energia na China aceleram a redução da produção nas siderúrgicas e tiram força do minério de ferro, o que voltou a levantar dúvidas sobre a demanda pela matéria-prima.

Most Read from Bloomberg

Os futuros em Singapura chegaram a cair 7,4%, eliminando os ganhos da segunda-feira, já que a crise de energia na China, que lidera a produção global de aço, restringe as atividades industriais. Em setembro, mais de 80 siderúrgicas suspenderam a produção para manutenção, disse a consultoria Mysteel, acrescentando que algumas províncias do norte implementaram cortes de energia em siderúrgicas.

Com a queda, o minério de ferro interrompe um rali de cinco dias que levou os preços de volta a US$ 120 na segunda-feira em meio a expectativas de aumento dos estoques antes do feriado de uma semana do Dia Nacional. O insumo siderúrgico continua a enfrentar obstáculos, pois a China pretende reduzir a produção anual em relação ao recorde do ano passado, e as restrições devem se intensificar até o fim do ano.

Considerando os cortes esperados na produção de aço no quarto trimestre, o espaço para ganhos do minério de ferro deve ser limitado, apesar da demanda de reposição dos estoques antes do feriado, escreveu a Huatai Futures em relatório. No cenário macro, economistas alertam para um crescimento econômico mais baixo na China com a piora da crise de eletricidade, obrigando empresas a reduzirem a produção.

Em Singapura, os contratos futuros de minério de ferro chegaram a cair 7,4%, para US$ 110,15 a tonelada, mas eram cotados a US$ 112,95 por volta das 15h08, no horário local, depois do ganho de 7,2% na segunda-feira. Na China, o minério de ferro fechou em baixa de 3,6%, enquanto os futuros do aço subiram mais de 1%.

Most Read from Bloomberg Businessweek

©2021 Bloomberg L.P.

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos