Mercado abrirá em 6 h 15 min
  • BOVESPA

    112.486,01
    +1.576,40 (+1,42%)
     
  • MERVAL

    38.390,84
    +233,89 (+0,61%)
     
  • MXX

    51.684,86
    +1.510,80 (+3,01%)
     
  • PETROLEO CRU

    80,48
    -0,07 (-0,09%)
     
  • OURO

    1.793,80
    +33,90 (+1,93%)
     
  • BTC-USD

    17.108,52
    +211,02 (+1,25%)
     
  • CMC Crypto 200

    405,12
    +4,42 (+1,10%)
     
  • S&P500

    4.080,11
    +122,48 (+3,09%)
     
  • DOW JONES

    34.589,77
    +737,24 (+2,18%)
     
  • FTSE

    7.573,05
    +61,05 (+0,81%)
     
  • HANG SENG

    18.861,23
    +264,00 (+1,42%)
     
  • NIKKEI

    28.270,13
    +301,14 (+1,08%)
     
  • NASDAQ

    12.074,50
    +32,25 (+0,27%)
     
  • BATS 1000 Index

    0,0000
    0,0000 (0,00%)
     
  • EURO/R$

    5,4083
    +0,0118 (+0,22%)
     

Crise de abastecimento? McDonald's vai racionar batatas no Japão

Gigante do fast-food está sendo forçada a retirar as batatas fritas de médio e grande porte do cardápio dos japoneses (Getty Images)
Gigante do fast-food está sendo forçada a retirar as batatas fritas de médio e grande porte do cardápio dos japoneses (Getty Images)
  • Consumidores japoneses terão cardápio modificado

  • Problema de abastecimento não é inédito

  • Questão deve melhorar até o fim deste ano

Você percebe que a crise de abastecimento realmente está complicada, quando até mesmo a poderosa rede de restaurantes McDonald's passa por situações de aperto. Afinal, segundo informações vindas dos Estados Unidos, eles estão sendo forçados a retirar as batatas fritas de médio e grande porte do cardápio em 2.900 locais no Japão - porque as mesmas estão escassas, de acordo com comunicado emitido pela gigante do fast-food nesta terça-feira (21).

A McDonald’s Holdings Co. Japão está culpando uma enchente no porto de Vancouver, e disse que está explorando voos alternativos para o Japão para obter as batatas mais rápido. De qualquer forma, a princípio, os consumidores japoneses não poderão mais fazer pedidos de peças maiores com seus Big Macs a partir de sexta-feira (24).

Leia também:

Problema repetido

Essa, no entanto, não é a primeira vez que os consumidores enfrentam uma escassez de batatas fritas. No final de 2019, pouco antes do início da pandemia do novo coronavírus, os agricultores avisaram que uma onda de frio danificou as plantações de batata, o que poderia resultar em menos batatas fritas nos cardápios. A origem é diferente, mas a consequência é praticamente a mesma. E quem sofre é o consumidor.

Medidas Paliativas

O McDonald’s está instruindo os restaurantes a oferecerem pequenas porções de batatas fritas de 24 a 30 de dezembro “para garantir que o maior número possível de clientes tenha acesso contínuo às nossas batatas fritas”, de acordo com um relatório da Bloomberg. A falha na cadeia de abastecimento deve diminuir na véspera de Ano Novo e os clientes carentes terão um desconto de 44 centavos em seus pedidos de batatas fritas até que porções maiores sejam permitidas novamente, disse a empresa.

Os suprimentos de hash browns - prato popular de café da manhã americano, consistindo em batatas finamente picadas que são fritas até dourar - não foram afetados, no entanto.