Mercado abrirá em 4 h 30 min
  • BOVESPA

    128.427,98
    -339,48 (-0,26%)
     
  • MERVAL

    38.390,84
    +233,89 (+0,61%)
     
  • MXX

    50.170,78
    +40,90 (+0,08%)
     
  • PETROLEO CRU

    73,53
    +0,45 (+0,62%)
     
  • OURO

    1.779,80
    -3,60 (-0,20%)
     
  • BTC-USD

    33.036,16
    -1.122,08 (-3,28%)
     
  • CMC Crypto 200

    798,88
    -11,32 (-1,40%)
     
  • S&P500

    4.241,84
    -4,60 (-0,11%)
     
  • DOW JONES

    33.874,24
    -71,34 (-0,21%)
     
  • FTSE

    7.091,09
    +17,03 (+0,24%)
     
  • HANG SENG

    28.882,46
    +65,39 (+0,23%)
     
  • NIKKEI

    28.875,23
    +0,34 (+0,00%)
     
  • NASDAQ

    14.343,75
    +80,75 (+0,57%)
     
  • BATS 1000 Index

    0,0000
    0,0000 (0,00%)
     
  • EURO/R$

    5,9329
    +0,0044 (+0,07%)
     

Crise de chips deve afetar resultado da Volkswagen no 2º tri

·2 minuto de leitura
Volkswagen

Por Christoph Steitz e Jan Schwartz

FRANKFURT (Reuters) - O presidente da Volkswagen, Herbert Diess, disse que a principal montadora da Europa estava em "modo de crise" por causa da falta contínua de chips automotivos extremamente necessários, acrescentando que o impacto da escassez se intensificará e afetará os lucros no segundo trimestre.

Falando após resultados surpreendentes nos primeiros três meses do ano, durante os quais os lucros operacionais aumentaram mais de cinco vezes, Diess disse que o gargalo "sobrecarregaria substancialmente os lucros" no trimestre até junho.

A escassez foi causada por uma combinação de fatores, incluindo a recuperação da indústria automotiva mais acentuada do que o esperado da crise do coronavírus e um incêndio na fabricante de chips automotivos Renesas Electronics.

As tempestades de neve no Texas no início deste ano pioraram a situação, prejudicando a produção local de fabricantes de chips como Samsung Electronics, Infineon e NXP Semiconductors

"Faremos de tudo para compensar uma quantidade significativa de carros perdidos na segunda metade do ano", disse Diess a jornalistas. "Mas os incidentes nos Estados Unidos e no Japão vão nos prejudicar definitivamente."

Para garantir suprimentos a longo prazo, o grupo alemão está conversando diretamente com fabricantes de chips, incluindo NXP Semiconductors e Infineon, bem como a Taiwan Semiconductor Manufacturing, disse Diess.

"Estamos, com certeza, em modo de crise", afirmou.

Apesar da crise, a Volkswagen aumentou sua meta de margem de lucro operacional para este ano, após forte demanda por modelos Audi e Porsche no primeiro trimestre, e agora espera de 5,5% a 7%, acima da previsão anterior de 5,0% a 6,5%.

Durante o primeiro trimestre, as entregas de Porsches e Audis aumentaram cerca de um terço na base ano a ano, disse a Volkswagen, a segunda maior montadora do mundo em vendas de veículos. As vendas de veículos elétricos mais do que dobraram, para 133.300 veículos.

O lucro operacional somou 4,8 bilhões de euros em janeiro-março, ajudado por cortes de custos e vendas mais altas, contra 900 milhões de euros no mesmo período do ano passado, que foi atingido pela pandemia Covid-19.

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos