Mercado abrirá em 15 mins
  • BOVESPA

    106.296,18
    -1.438,82 (-1,34%)
     
  • MERVAL

    38.390,84
    +233,89 (+0,61%)
     
  • MXX

    51.889,66
    -130,44 (-0,25%)
     
  • PETROLEO CRU

    84,72
    +0,96 (+1,15%)
     
  • OURO

    1.802,20
    +5,90 (+0,33%)
     
  • BTC-USD

    63.015,39
    +2.494,12 (+4,12%)
     
  • CMC Crypto 200

    1.453,34
    -49,70 (-3,31%)
     
  • S&P500

    4.544,90
    -4,88 (-0,11%)
     
  • DOW JONES

    35.677,02
    +73,92 (+0,21%)
     
  • FTSE

    7.231,79
    +27,24 (+0,38%)
     
  • HANG SENG

    26.132,03
    +5,10 (+0,02%)
     
  • NIKKEI

    28.600,41
    -204,44 (-0,71%)
     
  • NASDAQ

    15.374,75
    +33,75 (+0,22%)
     
  • BATS 1000 Index

    0,0000
    0,0000 (0,00%)
     
  • EURO/R$

    6,5574
    -0,0234 (-0,36%)
     

Crise chinesa ganha proporções.

·2 minuto de leitura

Além da Evergrande, outras incorporadoras já vêm mostrando dificuldades para honrar seus compromissos junto aos credores, dentre as incorporadora com problemas existem:

  • Sinic Holding Group;

  • Fantasia Holdings;

  • Modern Land.

Dentre essas incorporadoras, aparentemente a Fantasia Holding está enfrentando mais problemas.

Na última segunda-feira, dois diretores da empresa pediram demissão e deixaram a companhia.

Um dos motivos levantados para a saída dos diretores está ligado à situação financeira da importadora Fantasia.

Como a incorporadora deixou de pagar pouco mais de 200 milhões de dólares em bônus, os riscos sobre a empresa subiram. Inclusive, as ações da mesma deixaram de ser negociadas na bolsa no dia 29 de setembro.

Vendas em baixa na China provavelmente vão afetar o mercado

Com um estoque alto de imóveis e as vendas em baixa, a China vem enfrentando sérios problemas que podem influenciar outras economias no mundo.

Um dos grandes motores do mundo é a China e sua indústria imobiliária e de infraestrutura. A compra de ferro é um dos principais indicadores que mostram como a China vem freando os seus investimentos e consequentemente a sua alavancagem.

O minério de ferro que já chegou a valer mais de 218 dólares a tonelada, agora está próximo dos 130 dólares.

Como a procura pelo minério aumentou bastante, o preço caiu vertiginosamente. Isso provavelmente influenciará os resultados de empresas brasileiras, como é o caso da Vale e da economia nacional também.

A queda nas vendas vai influenciar no emprego e na renda da população chinesa também. Portanto, os efeitos da crise imobiliária chinesa, provavelmente, são mais extensos do que se imagina e terá efeitos sobre os indicadores, como é o caso do PIB.

O que fazer para se defender?

Além da crise imobiliária, existe a crise energética. O petróleo está subindo para o mundo inteiro e isso vai influenciar nos preços trazendo a alta do petróleo para todo mundo.

Como existe uma preocupação grande com a inflação e com o crescimento dos países, diversos indicadores são esperados com atenção, dentre eles o PIB.

Um crescimento abaixo das expectativas pode levar o mundo para uma onda de pessimismo e isso vai jogar as bolsas para baixo.

Como o momento é de precaução, o mais prudente é alocar parte dos recursos em algo de proteção, como é o caso do dólar. Como houve feriado no Brasil hoje, o USD/BRL permaneceu em R$ 5,54.

Já uma parcela maior do patrimônio precisa ficar líquida e de preferência em investimentos seguros, como é o caso do Tesouro Selic ou um CDB de um bom banco.

Assim, o investidor tem ferramentas para aproveitar boas oportunidades na renda variável, caso ocorram. Lembrando que o Ibovespa está bem baixo.

O índice que já chegou a se valorizar 10% em 2021, agora vem derretendo em mais de 5,6%. Mostrando que existe uma boa oportunidade aí.

This article was originally posted on FX Empire

More From FXEMPIRE:

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos