Mercado fechado
  • BOVESPA

    110.036,79
    +2.372,79 (+2,20%)
     
  • MERVAL

    38.390,84
    +233,89 (+0,61%)
     
  • MXX

    44.626,80
    -475,80 (-1,05%)
     
  • PETROLEO CRU

    79,74
    -1,49 (-1,83%)
     
  • OURO

    1.668,30
    -0,30 (-0,02%)
     
  • BTC-USD

    19.173,52
    -93,87 (-0,49%)
     
  • CMC Crypto 200

    443,49
    +0,06 (+0,01%)
     
  • S&P500

    3.585,62
    -54,85 (-1,51%)
     
  • DOW JONES

    28.725,51
    -500,09 (-1,71%)
     
  • FTSE

    6.893,81
    +12,22 (+0,18%)
     
  • HANG SENG

    17.222,83
    +56,93 (+0,33%)
     
  • NIKKEI

    25.937,21
    -484,89 (-1,84%)
     
  • NASDAQ

    11.058,25
    -170,00 (-1,51%)
     
  • BATS 1000 Index

    0,0000
    0,0000 (0,00%)
     
  • EURO/R$

    5,3079
    +0,0099 (+0,19%)
     

Criptomoedas podem estar prestes a escapar de faixa apertada

(Bloomberg) -- O mercado de criptomoedas pode estar prestes a sair da faixa de negociação mais estreita em quase dois anos.

Com base em um indicador, os coeficientes de alavancagem do Bitcoin e do Ether estão nos níveis mais altos já registrados, mesmo após o preços de ambos terem caído mais de 50% este ano. Isso é calculado tomando o valor de posições em aberto de contratos de swap e dividindo pela quantidade de moedas mantidas em reserva nas bolsas, segundo a CryptoQuant.

“Os investidores acham que o mercado se estabilizou e estão dispostos a assumir mais posições especulativas”, disse Darius Sit, cofundador do fundo de investimento em criptomoedas QCP Capital.

Os operadores de criptomoedas tendem a favorecer contratos perpétuos — que, ao contrário dos futuros tradicionais, não expiram — em parte porque isso permite que mantenham posições altamente alavancadas.

O Bitcoin, que representa cerca de 40% do valor de mercado estimado de todas as criptomoedas, foi negociado na semana passada dentro de um intervalo de cerca de 5,4%, o menor desde outubro de 2020, mostram dados compilados pela Bloomberg. Dois anos atrás, a calmaria foi quebrada por uma disparada de meses nos preços que levou o Bitcoin a cotação recorde em abril de 2021.

As criptomoedas estão estagnadas desde junho, quando os preços caíram após o colapso do ecossistema da stablecoin Terra, a derrocada do fundo Three Arrows Capital e as falências da Voyager Digital e da Celsius Network.

Apesar dos comentários hawkish do Federal Reserve sobre inflação e a desaceleração econômica pesarem sobre ativos mais arriscados, incluindo criptomoedas, mais operadores parecem estar fazendo apostas alavancadas de alta.

No geral, o maior catalisador da alavancagem crescente é provavelmente a altamente antecipada atualização do blockchain Ethereum no final deste mês. Dados coletados pela empresa de pesquisa de blockchain Kaiko mostram que as posições em aberto de contratos de swap perpétuos denominados em Ether atingiram um recorde histórico no final de agosto.

Ao mesmo tempo, as taxas de financiamento para swaps perpétuos de Bitcoin e Ether ficaram negativas nas últimas semanas, de acordo com o site de dados Skew. As bolsas usam a chamada taxa de financiamento - ou custo de negociação — para atrelar os contratos ao preço à vista subjacente. Quando a taxa é positiva, quem detém posições compradas paga juros aos investidores que estão vendidos, e vice-versa.

More stories like this are available on bloomberg.com

©2022 Bloomberg L.P.