Mercado fechado
  • BOVESPA

    110.235,76
    +1.584,71 (+1,46%)
     
  • MERVAL

    38.390,84
    +233,89 (+0,61%)
     
  • MXX

    47.808,21
    +566,41 (+1,20%)
     
  • PETROLEO CRU

    91,54
    -0,39 (-0,42%)
     
  • OURO

    1.803,40
    -10,30 (-0,57%)
     
  • BTC-USD

    24.375,48
    +1.460,54 (+6,37%)
     
  • CMC Crypto 200

    575,16
    +43,94 (+8,27%)
     
  • S&P500

    4.210,24
    +87,77 (+2,13%)
     
  • DOW JONES

    33.309,51
    +535,11 (+1,63%)
     
  • FTSE

    7.507,11
    +18,96 (+0,25%)
     
  • HANG SENG

    19.840,57
    +229,73 (+1,17%)
     
  • NIKKEI

    27.819,33
    -180,63 (-0,65%)
     
  • NASDAQ

    13.446,50
    +54,50 (+0,41%)
     
  • BATS 1000 Index

    0,0000
    0,0000 (0,00%)
     
  • EURO/R$

    5,2479
    +0,0015 (+0,03%)
     

Criptomoedas crescem quase 100% em número de usuários em 2021

·1 min de leitura
Bitcoin é usado por cerca de 114 milhões no mundo, sendo o ativo financeiro mais popular. Foto: Getty Images.
Bitcoin é usado por cerca de 114 milhões no mundo, sendo o ativo financeiro mais popular. Foto: Getty Images.
  • Crescimento foi verificado em pesquisa feita pela exchange Crypto.com

  • O salto foi de 106 milhões para 203 milhões de usuários no primeiro semestre deste ano

  • Bitcoin é usado por cerca de 114 milhões no mundo, sendo o ativo financeiro mais popular

O número de usários de criptomoedas dobrou nos primeiros seis meses de 2021. É o que diz um estudo da Crypto.com., uma das principais corretoras de ativos financeiros virtuais.

Segundo o levantamento, o número passou de 106 milhões para 220 milhões pessoas até junho utilizando criptomoedas como Bitcoin, Ethereum e Dogecoin.

A Crypto.com disse ter feito uso de dados on-chain e outros indicadores para coletar os dados de 24 das maiores plataformas de criptomoedas do mundo.

O maior crescimento foi percebido no período de fevereiro a maio deste ano, com o número de usuários passando de 106 milhões para 203 milhões.

O aumento de usuários é associado à repressão do governo chinês ao uso de criptomoedas e à adoção das chamadas altcoins, consideradas uma alternativa para quem não quer usar Bitcoins. Entre elas, estão Dogecoin, Litecoin e Namecoin. As altcoins passaram de 20% a 37% do total de criptomoedas usadas nos meses de maio e junho.

Anteriormente, o uso de criptomoedas havia levado quase nove meses para passar de 65 milhões a 100 milhões de usuários. A Bitcoin ainda é a preferida por cerca de 114 milhões de usuários, o ativo financeiro virtual mais utilizado no mundo. Logo atrás vem a Ethereum, usada por 23 milhões de pessoas.

As informações são do Cointimes.

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos