Mercado fechado
  • BOVESPA

    120.348,80
    -3.131,73 (-2,54%)
     
  • MERVAL

    38.390,84
    +233,89 (+0,61%)
     
  • MXX

    45.892,28
    -178,63 (-0,39%)
     
  • PETROLEO CRU

    52,04
    -1,53 (-2,86%)
     
  • OURO

    1.827,70
    -23,70 (-1,28%)
     
  • BTC-USD

    37.707,93
    +1.602,08 (+4,44%)
     
  • CMC Crypto 200

    701,93
    -33,21 (-4,52%)
     
  • S&P500

    3.768,25
    -27,29 (-0,72%)
     
  • DOW JONES

    30.814,26
    -177,26 (-0,57%)
     
  • FTSE

    6.735,71
    -66,25 (-0,97%)
     
  • HANG SENG

    28.573,86
    +77,00 (+0,27%)
     
  • NIKKEI

    28.519,18
    -179,08 (-0,62%)
     
  • NASDAQ

    12.759,00
    -142,00 (-1,10%)
     
  • BATS 1000 Index

    0,0000
    0,0000 (0,00%)
     
  • EURO/R$

    6,3926
    +0,0791 (+1,25%)
     

Criança junta R$ 900 para ter celular, cai em golpe e encontra ladrão: “Mãe, é ele!"

Colaboradores Yahoo Notícias
·2 minuto de leitura
O estudante João Pedro Martins, que caiu em golpe de um anúncio de celular na internet

Um menino de 11 anos caiu em golpe após juntar R$ 900 para realizar o sonho de ter um iPhone. O estudante, chamado João Pedro Martins e morador de Campo Grande, vendeu bombons e até o videogame, mas ao receber o celular, comprado pela internet, percebeu que havia comprado apenas a carcaça.

“O anúncio mostrava o celular com tudo: caixinha, fone de ouvido, carregador e até a nota fiscal. Mas ele chegou aqui com o aparelho na mão e mais um carregador. Eu peguei também, falei que estava muito leve, quando ele [golpista] disse: ‘Mas, você já teve iPhone? Porque é assim mesmo, é leve’. Nisso ele começou a encostar no ombro do meu filho, dizer que tinha que receber e ir embora logo, e João Pedro deu o dinheiro”, relembrou a mãe do menino, Luciene Soares Martins, ao portal G1.

Leia também

A história viralizou nas redes sociais e sensibilizou uma empresária que resolveu doar o aparelho ao garoto. Contudo, no shopping onde os dois combinaram o local da entrega, a criança reconheceu o golpista em meio à multidão.

“Nós chegamos e meu pai foi no banheiro. Na frente, tinha uma loja de capinhas e eu fiquei olhando, pensando nas capinhas para o meu telefone. Quando ele estava saindo, o homem [golpista] passou na nossa frente. Eu falei: mãe, é ele! E depois fui correndo atrás com o meu pai”, recordou João.

Testemunhas presenciaram o ocorrido e houve até um acidente de trânsito. O caso ocorreu em 15 de dezembro de 2020. “Meu pai perguntou o motivo dele fazer aquilo e falou que ele tinha que devolver o dinheiro. Outras pessoas também ficaram insistindo, acho que foi só por isso que ele devolveu. Eu chorei muito na hora, foi uma coisa de ficar triste e feliz ao mesmo tempo”, falou o menino.

A família registrou boletim de ocorrência de estelionato. O garoto diz que está "curtindo" o aparelho celular. “Eu toco saxofone, então está me ajudando muito, a baixar músicas. E também no estudo, porque antes eu só estudava na apostila e agora consigo assistir as aulas online”, explicou.