Mercado fechado
  • BOVESPA

    107.650,11
    -1.291,57 (-1,19%)
     
  • MERVAL

    38.390,84
    +233,89 (+0,61%)
     
  • MXX

    50.774,95
    -824,43 (-1,60%)
     
  • PETROLEO CRU

    83,51
    -1,63 (-1,91%)
     
  • OURO

    1.838,30
    +6,50 (+0,35%)
     
  • BTC-USD

    36.187,70
    +1.015,34 (+2,89%)
     
  • CMC Crypto 200

    821,82
    +11,22 (+1,38%)
     
  • S&P500

    4.378,20
    -19,74 (-0,45%)
     
  • DOW JONES

    34.123,01
    -142,36 (-0,42%)
     
  • FTSE

    7.297,15
    -196,98 (-2,63%)
     
  • HANG SENG

    24.656,46
    -309,09 (-1,24%)
     
  • NIKKEI

    27.588,37
    +66,11 (+0,24%)
     
  • NASDAQ

    14.265,25
    -161,25 (-1,12%)
     
  • BATS 1000 Index

    0,0000
    0,0000 (0,00%)
     
  • EURO/R$

    6,2217
    +0,0317 (+0,51%)
     

Criadores de cheats de PUBG: Mobile são condenados a pagar US$ 10 milhões

·2 min de leitura

Membros de um grupo que desenvolve códigos de trapaça (cheats) para PUBG Mobile foram condenados a pagar multa de US$ 10 milhões, cerca de R$ 56 milhões em conversão direta, para os desenvolvedores do jogo para celulares.

Segundo comunicado à imprensa publicado pelo IGN EUA, a Tencent Games e Krafton, responsáveis por PUBG Mobile, venceram ações em cortes federais dos Estados Unidos e da Alemanha contra o grupo de cheaters conhecido por distribuir os códigos ilegais. De acordo com o comunicado, a multa aplicada pela Justiça será reinvestida em tecnologia anti-trapaça.

Como parte da decisão, os réus também receberam ordens para fornecer detalhes sobre como conseguiram explorar o código do jogo. O grupo recebeu instruções para cessar quaisquer atividades ilegais futuras envolvendo as trapaças.

A Tencent Games defendeu a decisão da Justiça como favorável para a comunidade online de PUBG Mobile. “Milhões de jogadores em todo o mundo desfrutam do jogo e garantiremos condições equitativas para todos. Infelizmente, as ações de grupos de hackers prejudicam a justiça do game. Esses julgamentos enviam uma mensagem clara de que não toleraremos trapaças em PUBG Mobile", disse o produtor Rick Li.

Em 2021, a franquia de tiro ganhou um novo spin-off: PUBG: New State está disponível gratuitamente para smartphones Android e iOS. O novo jogo, desenvolvido pela Krafton, trouxe novidades para o universo do pai do gênero battle royale, incluindo uma ambientação futurista, gráficos atualizados e um sistema anti-trapaça melhorado.

Ubisoft e Bungie também processam modificadores

Jogos são propriedades intelectuais muitas vezes protegidas de modificações por códigos. Em títulos online, a aplicação de trapaças atrapalha a experiência dos jogadores ao prejudicar o balanceamento de partidas. No Japão, esse tipo de criação virou sinônimo de caso de polícia e pode levar os modificadores a pagarem uma multa de R$ 250 mil ou até pegarem cinco anos de cadeia.

Cyber Save Editor permitia a criação de Pokémon (Imagem: Reprodução/Captura de Tela/Fórum GBATemp)
Cyber Save Editor permitia a criação de Pokémon (Imagem: Reprodução/Captura de Tela/Fórum GBATemp)

Em agosto de 2021, a Ubisoft e a Bungie decidiram processar um grupo de jogadores das franquias Rainbow Six: Siege e Destiny 2 que comercializam códigos de trapaça pelo site Ring-1.

O processo conjunto foi levado ao tribunal do Distrito Norte da Califórnia. A corte recebeu formalmente as reclamações contra os usuários Krypto, Overpowered e Grizzy, apontados como os responsáveis pelas vendas de códigos. O grupo comercializava as alterações nos jogos por valores entre 25 e 30 euros, aproximadamente R$ 180 na cotação atual.

Fonte: Canaltech

Trending no Canaltech:

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos