Mercado fechará em 3 h 4 min

Criador de Fundo de Hedge com Bitcoin é condenado a sete anos de prisão

·3 minuto de leitura
Imagem de Dólar e Bitcoin fundos
Imagem de Dólar e Bitcoin fundos

O criador de dois fundos de hegde com Bitcoin, Virgil Sigma e do VQR, que operavam em Nova Iorque, foi condenado pela justiça dos Estados Unidos a sete anos de prisão.

Os chamados fundos de hedge são investimentos de cobertura que buscam criar posições que tiram proveito de oportunidades de mercado. Também chamados de fundos multimercados, são alternativas aos ativos tradicionais e podem representar mais riscos aos seus investidores, sendo alguns considerados especulativos.

Em uma conversa com a CNBC Fast Money em 2018, o líder do fundo de hedge Stefan He Qin, explicou que o funcionamento de suas empresas eram de arbitragem de Bitcoin entre corretoras, negociando a diferença de preços entre as plataformas do mercado. Na época, ele tinha apenas 21 anos.

Jovem australiano criador de fundo de hedge com Bitcoin é condenado a sete anos de prisão

De acordo com a justiça dos Estados Unidos, sob a procuradora Audrey Strauss, Stefan Qin, o jovem australiano de 24 anos, foi responsável por uma fraude nos Estados Unidos. Ao criar seu par de fundos de hedge, ele captou recursos de investidores afirmando que suas operações eram sustentáveis e com riscos baixos.

Contudo, com o passar do tempo os investidores descobriram que as operações não eram tão simples assim.

“De acordo com Stefan He Qin, fundador da Virgil Sigma e VQR, um par de fundos de hedge de criptomoeda em Nova York, Virgil tinha uma estratégia de mercado declarada de ‘mercado neutro’, investimentos seguros. Os investidores de Qin logo descobriram que suas estratégias não eram muito mais do que um meio disfarçado de desviar e fazer investimentos não autorizados com fundos de clientes.”

Os problemas começaram quando os investidores desconfiaram e começaram a pedir os saques dos fundos de hedge, momento em que Qin passou a ter problemas para honrar com os pedidos. A procuradora declarou que a pena de sete anos aplicada ao jovem foi justa.

“Quando confrontado com pedidos de resgate que não pôde cumprir, Qin dobrou seu esquema ao tentar saquear fundos do VQR para satisfazer as demandas dos investidores de sua vítima. O esquema descarado e amplo de Qin deixou seus investidores sitiados em apuros por mais de US$ 54 milhões, e agora ele recebeu a sentença apropriadamente longa de mais de sete anos de prisão federal.”

Operações não eram de arbitragem como anunciado pelo jovem

Quando Qin ofertou para investidores seus fundos de hedge, ele declarou que iria operar na arbitragem de criptomoedas entre corretoras. Contudo, parte dos valores depositados pelos clientes começou a ser utilizado pelo jovem para custear suas despesas pessoais, como aluguel, alimentação e outros consumos.

Além disso, ele fez investimentos no setor imobiliário com o dinheiro dos investidores, sem avisar sobre essas operações. Como esse mercado não tem liquidez, as posições dos investidores também ficaram presas.

Outra situação em que Qin perdeu dinheiro foi com investimentos em Ofertas Iniciais de Moedas em 2018, os ICOs, que deu para o jovem mais resultados negativos.

“Como resultado dessas e de outras atividades fraudulentas, QIN dissipou quase todo o capital do investidor na Virgil Sigma.”

Para sustentar a operação por mais tempo, ele preparava notas fiscais falsas e documentos que comprovavam lucros, em uma tentativa de enganar os investidores dos fundos.

Após essa condenação de prisão por sete anos, o criador do par de fundos de hedge com Bitcoin terá 3 anos de liberdade supervisionada. As contas das empresas estão sob administração judicial, mas o prejuízo dado aos clientes foi grande.

Vale lembrar que o Bitcoin é uma moeda digital, que só é segura em posse de seus compradores, quando estes fazem o processo de custódia com segurança. Deixar essas moedas em posse de terceiros é uma operação altamente arriscada.

Fonte: Livecoins

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos