Mercado fechado
  • BOVESPA

    98.608,76
    -345,14 (-0,35%)
     
  • MERVAL

    38.390,84
    +233,89 (+0,61%)
     
  • MXX

    48.036,38
    +293,23 (+0,61%)
     
  • PETROLEO CRU

    110,46
    +2,03 (+1,87%)
     
  • OURO

    1.810,40
    +8,90 (+0,49%)
     
  • BTC-USD

    20.211,37
    +954,78 (+4,96%)
     
  • CMC Crypto 200

    429,24
    +9,10 (+2,17%)
     
  • S&P500

    3.825,33
    +39,95 (+1,06%)
     
  • DOW JONES

    31.097,26
    +321,86 (+1,05%)
     
  • FTSE

    7.232,65
    +64,00 (+0,89%)
     
  • HANG SENG

    21.830,35
    -29,44 (-0,13%)
     
  • NIKKEI

    26.153,81
    +218,19 (+0,84%)
     
  • NASDAQ

    11.713,25
    +102,00 (+0,88%)
     
  • BATS 1000 Index

    0,0000
    0,0000 (0,00%)
     
  • EURO/R$

    5,5471
    -0,0069 (-0,12%)
     

Criação do Pix custou R$ 19 milhões, diz presidente do BC

"Você pode fazer coisas boas com pouco dinheiro”, destacou Campos Neto sobre o Pix <p>(Rafael Henrique/SOPA Images/LightRocket via Getty Images)</p>
"Você pode fazer coisas boas com pouco dinheiro”, destacou Campos Neto sobre o Pix

(Rafael Henrique/SOPA Images/LightRocket via Getty Images)

  • Presidente do Banco Central diz que desenvolvimento do Pix custou R$ 19 milhões;

  • Segundo Campos Neto, quantia é baixa;

  • Ele ainda disse que o grande quadro do Pix só aparecerá dentro de dois a três anos.

O presidente do Banco Central (BC), Roberto Campos Neto, disse nesta segunda-feira (6) que o desenvolvimento do Pix custou US$ 4 milhões (na conversão direta, R$ 19,20 milhões). Ele participava de um evento sobre tecnologia no sistema financeiro e criptomoedas.

“As pessoas me perguntam: como o Brasil pode ter o dinheiro para fazer o Pix? Você sabe quanto o Pix custou? US$ 4 milhões. Você pode fazer coisas boas com pouco dinheiro se tiver planejamento”, destacou.

O sistema de pagamentos foi lançado em novembro de 2020 e, atualmente, conta com 119,4 milhões de pessoas cadastradas e 9,2 de empresas. Em maio deste ano, houve um recorde no número de transações diárias, com 73.198.432 de operações feitas.

Durante o evento, Campos Neto comentou que o Pix ainda está no início e que seu “grande quadro vai demorar de dois a três anos”.

BC quer responsabilizar bancos por fraudes com Pix

Na quarta-feira passada (1), o presidente do Banco Central afirmou que vai endurecer as medidas para coibir a abertura de contas laranjas ligadas a golpes do Pix e que estuda responsabilizar bancos que hospedam tais contas.

"A gente está apertando o máximo possível para que os bancos não tenham capacidade de ser hospedeiros de conta laranja ou conta intermediária. Inclusive a gente vai começar a fazer um processo em que os bancos serão responsabilizados se for feita uma fraude de Pix e eles tiverem uma conta laranja", apontou.

Campos Neto disse que a modalidade não tem culpa no aumento de golpes registrados. Ele ainda ressaltou que a instituição está trabalhando para fortalecer as regras de transferência.

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos