Mercado fechado
  • BOVESPA

    113.750,22
    +1.458,62 (+1,30%)
     
  • MERVAL

    38.390,84
    +233,89 (+0,61%)
     
  • MXX

    43.646,03
    -288,18 (-0,66%)
     
  • PETROLEO CRU

    46,09
    +0,45 (+0,99%)
     
  • OURO

    1.842,00
    +0,90 (+0,05%)
     
  • BTC-USD

    18.953,87
    +59,35 (+0,31%)
     
  • CMC Crypto 200

    365,19
    -14,05 (-3,71%)
     
  • S&P500

    3.699,12
    +32,40 (+0,88%)
     
  • DOW JONES

    30.218,26
    +248,74 (+0,83%)
     
  • FTSE

    6.550,23
    +59,96 (+0,92%)
     
  • HANG SENG

    26.835,92
    +107,42 (+0,40%)
     
  • NIKKEI

    26.751,24
    -58,13 (-0,22%)
     
  • NASDAQ

    12.509,25
    +47,00 (+0,38%)
     
  • BATS 1000 Index

    0,0000
    0,0000 (0,00%)
     
  • EURO/R$

    6,2497
    +0,0137 (+0,22%)
     

Crew-1: astronautas chegam à ISS e se juntam à tripulação da Expedição 64

Patrícia Gnipper
·1 minuto de leitura

NASA e SpaceX seguem provando o quanto, juntas, são extremamente eficientes. Após lançarem a missão Crew-1 com sucesso (e pontualmente de acordo com o planejado) na noite do último domingo (15), com quatro astronautas (e um "Bebê Yoda") a bordo, na madrugada desta terça-feira (17) a tripulação chegou em segurança à Estação Espacial Internacional (ISS), sendo recebidos pelos três astronautas da Expedição 64.

Na foto, vemos os quatro astronautas da Crew-1 junto aos membros da Expedição 64, todos vivendo na ISS neste momento (Imagem: Reprodução/NASA)
Na foto, vemos os quatro astronautas da Crew-1 junto aos membros da Expedição 64, todos vivendo na ISS neste momento (Imagem: Reprodução/NASA)

A Crew-1 levou à ISS os astronautas da NASA Michael Hopkins, Victor Glover, Shannon Walker, além de Soichi Noguchi, da agência espacial japonesa (JAXA). Agora, a ISS abriga sete tripulantes — e um deles provavelmente deverá dormir na cápsula Resilience (apelido dado à Crew Dragon nesta missão), uma vez que o laboratório orbital conta apenas com seis dormitórios.

As escotilhas se abriram por volta das 3h10 da madrugada, pela astronauta Kate Rubins, da NASA, e os cosmonautas Sergey Ryzhikov e Sergey Kud-Sverchkov, da agência espacial russa Roscosmos, que já estavam por lá desde meados de outubro. Este trio retornará à Terra em abril do ano que vem, deixando a ISS sob o comando dos quatro membros da Crew-1 por mais um mês, pois seu retorno acontece em maio. A missão Crew-2, por sua vez, deve ser lançada com mais quatro astronautas entre março e abril de 2021.

Fonte: Canaltech

Trending no Canaltech: