Mercado abrirá em 4 h 39 min
  • BOVESPA

    129.259,49
    -831,51 (-0,64%)
     
  • MERVAL

    38.390,84
    +233,89 (+0,61%)
     
  • MXX

    50.579,10
    -329,10 (-0,65%)
     
  • PETROLEO CRU

    71,88
    -0,27 (-0,37%)
     
  • OURO

    1.811,10
    -50,30 (-2,70%)
     
  • BTC-USD

    39.214,75
    -963,73 (-2,40%)
     
  • CMC Crypto 200

    974,10
    -18,37 (-1,85%)
     
  • S&P500

    4.223,70
    -22,89 (-0,54%)
     
  • DOW JONES

    34.033,67
    -265,63 (-0,77%)
     
  • FTSE

    7.165,92
    -19,03 (-0,26%)
     
  • HANG SENG

    28.528,38
    +91,54 (+0,32%)
     
  • NIKKEI

    29.018,33
    -272,68 (-0,93%)
     
  • NASDAQ

    13.913,00
    -68,25 (-0,49%)
     
  • BATS 1000 Index

    0,0000
    0,0000 (0,00%)
     
  • EURO/R$

    6,0691
    +0,0071 (+0,12%)
     

Crescimento de encomendas na Alemanha testa gargalos de indústria

·1 minuto de leitura

Por Michael Nienaber

BERLIM (Reuters) - A forte demanda interna por bens de consumo impulsionou um salto maior que o esperado nas encomendas industriais alemãs em março, mostraram dados nesta quinta-feira, em um sinal de que a recuperação econômica será apoiada pelos fabricantes assim que os gargalos de fornecimento e entrega forem superados.

Dados divulgados pelo instituto federal de estatísticas da Alemanha mostraram que as encomendas de bens industriais "feitos na Alemanha" saltaram 3% no mês em termos dessazonalizados.

O índice superou facilmente a previsão da Reuters de 1,7% e veio depois de um aumento revisado para cima de 1,4% em fevereiro e um crescimento de 0,8% em janeiro.

As encomendas internas aumentaram 4,9% em março, enquanto as externas aumentaram 1,6%. O crescimento forte foi impulsionado por um número excepcionalmente grande de contratos importantes. Sem esse efeito, as encomendas aumentaram 1,6%, informou o instituto.

(Por Michael Nienaber)

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos