Mercado fechado

Crescimento empresarial da zona do euro fica praticamente estagnado em novembro, mostra PMI

LONDRES (Reuters) - O crescimento empresarial da zona do euro ficou praticamente estagnado em novembro uma vez que a atividade no dominante setor de serviços aumentou a um ritmo muito mais fraco do que o esperado e houve contração na indústria novamente, mostrou a pesquisa Índice de Gerentes de Compras (PMI, na sigla em inglês) nesta sexta-feira.

O PMI Composto preliminar do IHS Markit ficou em 50,3 neste mês, de 50,6 em outubro e muito perto da marca de 50 que separa crescimento de contração.

Esse resultado ficou abaixo de todas as expectativas em pesquisa da Reuters cuja mediana era de 50,9 e próximo de uma mínima em mais de seis anos vista em setembro.

O PMI de novembro indica crescimento do PIB de 0,1% neste trimestre, disse o IHS Markit, contra 0,2% no trimestre passado e previsão de 0,2% em pesquisa da Reuters.

O PMI do setor de serviços caiu para a mínima de 10 meses de 51,5 ante 52,2. Essa leitura também ficou abaixo de todas as expectativas em pesquisa da Reuters, que indicava leitura de 52,5.

A indústria mostrou um sinal ligeiramente mais positivo, mas o PMI do setor mostrou que a atividade contraiu pelo 10º mês, com o indicador subindo a 46,6 de 45,9, acima da expectativa de 46,4.

(Reportagem de Jonathan Cable)