Mercado fechado
  • BOVESPA

    110.035,17
    -2.221,19 (-1,98%)
     
  • MERVAL

    38.390,84
    +233,89 (+0,61%)
     
  • MXX

    44.592,91
    +282,64 (+0,64%)
     
  • PETROLEO CRU

    61,66
    -1,87 (-2,94%)
     
  • OURO

    1.733,00
    -42,40 (-2,39%)
     
  • BTC-USD

    45.152,42
    -1.307,47 (-2,81%)
     
  • CMC Crypto 200

    912,88
    -20,25 (-2,17%)
     
  • S&P500

    3.811,15
    -18,19 (-0,48%)
     
  • DOW JONES

    30.932,37
    -469,64 (-1,50%)
     
  • FTSE

    6.483,43
    -168,53 (-2,53%)
     
  • HANG SENG

    28.980,21
    -1.093,96 (-3,64%)
     
  • NIKKEI

    28.966,01
    -1.202,26 (-3,99%)
     
  • NASDAQ

    12.905,75
    +74,00 (+0,58%)
     
  • BATS 1000 Index

    0,0000
    0,0000 (0,00%)
     
  • EURO/R$

    6,7583
    +0,0194 (+0,29%)
     

Crescimento econômico dos EUA deve chegar a 4,6% em 2021 e desacelerar até final da década, diz CBO

·1 minuto de leitura
Prédio do Capitólio, em Washington.

(Reuters) - O crescimento econômico dos Estados Unidos vai se recuperar para 4,6% em 2021, ante contração de 3,5% em 2020, impulsionado por uma retomada da atividade empresarial e gastos com auxílio em resposta ao coronavírus, disse o Escritório de Orçamento do Congresso (CBO, na sigla em inglês) nesta segunda-feira, prevendo, contudo, que a expansão diminua para menos de 2% no final de década.

O CBO --não ligado a partidos e que produz análises independentes de questões orçamentárias e econômicas para apoiar o processo orçamentário do Congresso-- disse que suas últimas previsões são baseadas em leis atuais aprovadas até 12 de janeiro e não incluem quaisquer decretos ou propostas de estímulo da administração do presidente Joe Biden.

(Por David Lawder)