Mercado abrirá em 5 h 54 min

Crescimento da indústria da China desacelera em dezembro mas confiança salta, mostra PMI do Caixin

PEQUIM (Reuters) - A atividade industrial da China expandiu a um ritmo mais lento em dezembro, recuando da máxima de três anos do mês anterior com um volume menor de novas encomendas, mostrou nesta quinta-feira a pesquisa Índice de Gerentes de Compras (PMI, na sigla em inglês) do Caixin/Markit.

Mas a produção continuou a aumentar a um ritmo sólido e a confiança empresarial cresceu em meio às tensões comerciais com os Estados Unidos, oferecendo mais suporte para a economia.

O PMI de indústria do Caixin/Markit para dezembro caiu a 51,5 de 51,8 no mês anterior e expectativa de analistas de que a leitura permaneceria estável. Mas continuou acima da marca de 50 que separa crescimento de contração pelo quinto mês seguido.

Os resultados, que se focam principalmente em empresas pequenas e orientadas para exportação, foram menos otimistas do que da pesquisa oficial na terça-feira, que mostrou que a atividade expandiu conforme a produção cresceu no ritmo mais forte em mais de um ano.

Mas um analista destacou que a melhora na confiança empresarial e a disposição de aumentar a produção e os estoques foram dados positivos.

"A fraca confiança empresarial foi um importante fator por trás da desaceleração econômica neste ano", disse Zhengsheng Zhong, diretor de análise macroeconômica do CEBM Group.

(Reportagem de Stella Qiu e Kevin Yao)