Mercado fechado

Cresce pressão de vendedores a descoberto sobre ações da Tesla

Por Saqib Iqbal Ahmed

NOVA YORK (Reuters) - Após o ano mais lucrativo de todos os tempos, os vendedores a descoberto de ações da Tesla estão pressionando a fabricante de veículos elétricos liderada por Elon Musk.

Os traders que tentam lucrar vendendo ações emprestadas e comprando-as de volta depois a um preço mais baixo elevaram as posições vendidas na Tesla para cerca de 79 milhões de papéis, segundo dados da S3 Partners. Isso significa um aumento de quase 4%, ou 325 milhões de dólares em novas vendas a descoberto, nos últimos 30 dias, mostraram os dados.

As ações da Tesla caíram cerca de 65% no ano passado e outros 9% até agora este ano.

"Parece que os vendidos estão pensando que a ação tem mais risco de queda", disse Ihor Dusaniwsky, diretor-gerente de análise preditiva da S3 Partners.

"À medida que o preço das ações atinge um piso ou valor esperado para os vendedores a descoberto, eles começam a negociar posições para realizar seus lucros. ... Ainda não vimos isso na Tesla", disse ele.

Em 2022, a Tesla foi a negociação a descoberto mais lucrativa no mercado dos EUA, gerando 15,85 bilhões de dólares em lucros para os investidores, de acordo a S3. Esse foi o melhor ano para os vendedores a descoberto da Tesla, mas eles recuperaram apenas cerca de um quarto dos 60 bilhões de dólares em perdas estimadas de 2010 a 2021.

"Alguns shorts certamente estão lucrando, enquanto novos shorts podem estar entrando na esperança de que a tendência de baixa continue", disse Evan Niu, analista da Ortex, que rastreia dados de juros curtos em tempo real.

Os operadores estão inclinados a fazer apostas pessimistas nas ações da Tesla, com os preços implicando chance de 53% de a ação cair mais de 12,5% nos próximos três meses, ante probabilidade de 31% de que as ações subam mais de 12,5% no período, segundo dados da Refinitiv.