Mercado fechará em 3 h 15 min
  • BOVESPA

    111.529,03
    -2.283,84 (-2,01%)
     
  • MERVAL

    38.390,84
    +233,89 (+0,61%)
     
  • MXX

    48.515,75
    -214,05 (-0,44%)
     
  • PETROLEO CRU

    91,43
    +0,93 (+1,03%)
     
  • OURO

    1.764,00
    -7,20 (-0,41%)
     
  • BTC-USD

    21.618,47
    -1.677,44 (-7,20%)
     
  • CMC Crypto 200

    513,79
    -27,81 (-5,13%)
     
  • S&P500

    4.241,28
    -42,46 (-0,99%)
     
  • DOW JONES

    33.813,49
    -185,55 (-0,55%)
     
  • FTSE

    7.550,37
    +8,52 (+0,11%)
     
  • HANG SENG

    19.773,03
    +9,12 (+0,05%)
     
  • NIKKEI

    28.930,33
    -11,77 (-0,04%)
     
  • NASDAQ

    13.281,00
    -242,25 (-1,79%)
     
  • BATS 1000 Index

    0,0000
    0,0000 (0,00%)
     
  • EURO/R$

    5,2051
    -0,0087 (-0,17%)
     

Cresce preocupação com calote em mercados periféricos da Ásia

(Bloomberg) -- Crescem as preocupações com possíveis calotes de dívida soberana entre as economias mais frágeis da Ásia.

A Economist Intelligence Unit se juntou ao Malayan Banking ao alertar sobre esses riscos em meio à inflação mais alta e ao aumento dos custos de dívida.

O Laos tem a maior chance de um default nos próximos quatro anos, seguido pela Mongólia, disse a EIU em um relatório quinta-feira, acrescentando que Mianmar também é um risco potencial. Investidores no mercado de títulos globais estão mais cautelosos com a ameaça de calotes em cascata depois que o Sri Lanka e a Rússia interromperam os pagamentos de dívida este ano.

As preocupações são mais agudas nas economias periféricas, com custos de importações crescentes que reduzem suas reservas e aumentos agressivos de juros do Federal Reserve que elevam os custos de dívida em todo o mundo.

“Nossa análise indica conclusivamente que Laos e Mongólia correm maior risco de seguir o Sri Lanka em default entre 2022 e 2026, sendo o primeiro uma preocupação mais imediata”, disse a EIU. Apesar das previsões de relativa estabilidade em Mianmar, “uma escalada do conflito doméstico pode vir com pouco aviso, comprometendo a capacidade de pagamento da dívida soberana”.

A perspectiva de crescimento em Mianmar continua fraca, pois a inflação crescente, a escassez de dólares e o conflito doméstico persistente representam desafios para a recuperação da pandemia, de acordo com um relatório do Banco Mundial essa semana.

A principal preocupação para o Laos é a dívida das empresas estatais, principalmente devido a projetos de energia, disse a EIU. A reestruturação da dívida é uma forte possibilidade, embora seja improvável que o governo a declare como default oficial da dívida pública, disse.

Enquanto isso, a Mongólia dependa de novas emissões de dívida este ano e no próximo para cumprir o pagamento de juros em um momento em que seu acesso a financiamento pode ser limitado pela alta inflação e pelo risco de depreciação da moeda, disse a EIU.

More stories like this are available on bloomberg.com

©2022 Bloomberg L.P.

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos