Mercado fechará em 6 h 57 min
  • BOVESPA

    114.428,18
    -219,81 (-0,19%)
     
  • MERVAL

    38.390,84
    +233,89 (+0,61%)
     
  • MXX

    52.686,03
    -112,35 (-0,21%)
     
  • PETROLEO CRU

    83,33
    +0,89 (+1,08%)
     
  • OURO

    1.780,90
    +15,20 (+0,86%)
     
  • BTC-USD

    62.067,77
    +1.115,69 (+1,83%)
     
  • CMC Crypto 200

    1.451,32
    -0,32 (-0,02%)
     
  • S&P500

    4.486,46
    +15,09 (+0,34%)
     
  • DOW JONES

    35.258,61
    -36,15 (-0,10%)
     
  • FTSE

    7.205,93
    +2,10 (+0,03%)
     
  • HANG SENG

    25.787,21
    +377,46 (+1,49%)
     
  • NIKKEI

    29.215,52
    +190,06 (+0,65%)
     
  • NASDAQ

    15.353,75
    +63,25 (+0,41%)
     
  • BATS 1000 Index

    0,0000
    0,0000 (0,00%)
     
  • EURO/R$

    6,4557
    +0,0642 (+1,00%)
     

Cresce número de brasileiros que recebem salário em dólar

·1 minuto de leitura
Desvalorização do real também é um dos motivos por trás do movimento. Foto: Getty Images.
Desvalorização do real também é um dos motivos por trás do movimento. Foto: Getty Images.
  • Escassez de profissionais nos Estados Unidos e Europa explicam o aumento

  • Desvalorização do real também é um dos motivos por trás do movimento

  • Pandemia estimulou a adoção do home office

Uma pesquisa desenvolvida pela consultoria de contratação Page Group revelou que cada vez mais profissionais brasileiros têm recebido sua remuneração em dólar. O número de contratações de brasileiros por empresas estrangeiras cresceu quase 20% no primeiro semestre de 2021, em comparação com o mesmo período no ano passado.

Com a pandemia de Covid-19 e a adoção em grande escala do trabalho remoto, empresas globais têm percebido o custo benefício e possibilidade de contratar profissionais em qualquer lugar no mundo. Além disso, a escassez de profissionais em regiões como Europa e Estados Unidos aumentaram a carência de trabalhadores de outras áreas.

Leia também:

Em adição a isso, a desvalorização do real foi uma grande contrapartida para companhias de fora do Brasil. Com o panorama atual, é possível contratar brasileiros por um salário mais baixo do que o que seria pago a profissionais nos países de origem das empresas devido ao câmbio.

Além do Brasil, a Argentina, Panamá, Costa Rica, Polônia e Filipinas são outros que também são vistos como vantajosos para a contratação de profissionais. Entre os funcionários, vantagens como maior convívio com a família, aumento de produtividade e não ter que se deslocar até um escritório são os motivos mais destacados para a preferência pelo home office.

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos