Mercado fechado
  • BOVESPA

    111.941,68
    +51,80 (+0,05%)
     
  • MERVAL

    38.390,84
    +233,89 (+0,61%)
     
  • MXX

    52.463,55
    +320,55 (+0,61%)
     
  • PETROLEO CRU

    115,07
    +0,98 (+0,86%)
     
  • OURO

    1.857,30
    +3,40 (+0,18%)
     
  • BTC-USD

    28.981,06
    -227,71 (-0,78%)
     
  • CMC Crypto 200

    625,79
    -3,71 (-0,59%)
     
  • S&P500

    4.158,24
    +100,40 (+2,47%)
     
  • DOW JONES

    33.212,96
    +575,77 (+1,76%)
     
  • FTSE

    7.585,46
    +20,54 (+0,27%)
     
  • HANG SENG

    20.697,36
    +581,16 (+2,89%)
     
  • NIKKEI

    26.781,68
    +176,84 (+0,66%)
     
  • NASDAQ

    12.717,50
    +438,25 (+3,57%)
     
  • BATS 1000 Index

    0,0000
    0,0000 (0,00%)
     
  • EURO/R$

    5,0751
    -0,0429 (-0,84%)
     

Creditas recebe US$ 260 milhões e ganha gás para abrir seu capital nos EUA

·2 min de leitura

A Creditas, startup brasileira de empréstimos com garantia, foi avaliada em US$ 4,8 bilhões (R$ 26,2 bilhões) em nova rodada série F de US$ 260 milhões (R$ 1,4 bilhão), informou o Valor Econômico. A empresa está planejando abrir seu capital na Bolsa de Valores dos EUA em algum momento deste ano.

A rodada contou com investidores novos, como a Fidelity Management & Research, o fundo espanhol Actyus e a Greentrail Capital; e antigos, como QED Investors, VEF, SoftBank Latin America Fund e Kaszek Ventures. O aporte anterior da Creditas havia sido em dezembro de 2020, quando levantou US$ 255 milhões (R$ 1,3 bilhão) e foi avaliada em US$ 1,75 bilhões — ou seja, ganhou o status de unicórnio.

No terceiro trimestre do ano passado, a Creditas atingiu uma receita de US$ 46,9 milhões (R$ 256 milhões), um crescimento de 233% em comparação com o mesmo período em 2020. Por outro lado, na mesma época sentiu prejuízos de US$ 14,8 milhões (R$ 80,8 milhões).

Creditas planeja buscar um valor de mercado entre US$ 7 bilhões e US$ 10 bilhões (Imagem: Reprodução/jcomp/Freepik)
Creditas planeja buscar um valor de mercado entre US$ 7 bilhões e US$ 10 bilhões (Imagem: Reprodução/jcomp/Freepik)

Entre perdas e ganhos, a startup segue com seu plano de buscar um valor de mercado entre US$ 7 bilhões e US$ 10 bilhões (R$ 38,2 bilhões a R$ 54,6 bilhões) no IPO (oferta pública de ações, em inglês). A estimativa do mercado é que essa seja a maior oferta inicial de uma companhia brasileira no ano. O CEO e fundador Sergio Furio espera que a Creditas tenha fechado uma receita de US$ 200 milhões (R$ 1,1 bilhão) em 2021.

Segundo o Valor, os recursos do novo aporte devem ser usados principalmente para manter o crescimento e ganho de clientes, além de investir em mais tecnologia e planejar operações de fusão e aquisição com outras empresas. Fundada em 2012, atualmente a empresa conta com 4 mil funcionários espalhados em São Paulo, Curitiba, Porto Alegre, Recife, além de Valência (Espanha) e no Cidade do México — nessa última, desde 2019. Além de crédito, oferece soluções de renovação de casa, venda de carros usados online (Creditas Auto) e de motocicletas elétricas.

Fonte: Canaltech

Trending no Canaltech:

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos