Mercado fechado
  • BOVESPA

    108.451,20
    +74,85 (+0,07%)
     
  • MERVAL

    38.390,84
    +233,89 (+0,61%)
     
  • MXX

    45.442,21
    +436,10 (+0,97%)
     
  • PETROLEO CRU

    81,73
    -0,42 (-0,51%)
     
  • OURO

    1.667,10
    -2,90 (-0,17%)
     
  • BTC-USD

    19.571,18
    +501,86 (+2,63%)
     
  • CMC Crypto 200

    447,10
    +18,32 (+4,27%)
     
  • S&P500

    3.719,04
    +71,75 (+1,97%)
     
  • DOW JONES

    29.683,74
    +548,75 (+1,88%)
     
  • FTSE

    7.005,39
    +20,80 (+0,30%)
     
  • HANG SENG

    17.250,88
    -609,43 (-3,41%)
     
  • NIKKEI

    26.173,98
    -397,89 (-1,50%)
     
  • NASDAQ

    11.557,00
    +1,25 (+0,01%)
     
  • BATS 1000 Index

    0,0000
    0,0000 (0,00%)
     
  • EURO/R$

    5,2279
    +0,0680 (+1,32%)
     

Credit Suisse intensifica disputa legal de US$440 mi com SoftBank

Credit Suisse

(Reuters) - O Credit Suisse entrou com um pedido na Alta Corte da Inglaterra para iniciar um processo legal formal contra o japonês SoftBank Group sobre uma disputa de 440 milhões de dólares, disse uma fonte familiarizada com o assunto nesta quinta-feira.

O segundo maior banco da Suíça está tentando recuperar os recursos que a Greensill Capital, uma empresa financeira extinta, emprestou à Katerra, um grupo de construção norte-americano apoiado pelo SoftBank que pediu falência no ano passado.

O Credit Suisse vem trabalhando para recuperar dinheiro relacionado ao colapso de 10 bilhões de dólares de fundos ligados ao insolvente grupo britânico Greensill.

No ano passado, o banco entrou com um requerimento nos Estados Unidos buscando informações que, segundo o banco suíço, apoiariam um processo que planejava abrir contra o SoftBank e outras afiliadas no Reino Unido sobre o dinheiro que disse ser devido pelo Katerra.

O banco suíço está tentando estabelecer o que os executivos do SoftBank, incluindo o presidente e executivo-chefe Masayoshi Son, sabiam sobre os planos de reestruturação do Katerra.

O Credit Suisse se recusou a comentar. O SoftBank não respondeu imediatamente a um pedido de comentário da Reuters.

O Financial Times noticiou pela primeira vez a disputa nesta quinta-feira.

(Por Jyoti Narayan, Lincoln Feast, Sinead Cruise e Kirstin Ridley)