Mercado fechará em 4 h 36 min
  • BOVESPA

    122.939,85
    +1.138,64 (+0,93%)
     
  • MERVAL

    38.390,84
    +233,89 (+0,61%)
     
  • MXX

    51.356,30
    +160,87 (+0,31%)
     
  • PETROLEO CRU

    68,70
    +0,55 (+0,81%)
     
  • OURO

    1.805,20
    -9,30 (-0,51%)
     
  • BTC-USD

    39.185,00
    -129,06 (-0,33%)
     
  • CMC Crypto 200

    976,62
    +0,73 (+0,07%)
     
  • S&P500

    4.421,61
    +18,95 (+0,43%)
     
  • DOW JONES

    34.994,19
    +201,52 (+0,58%)
     
  • FTSE

    7.115,56
    -8,30 (-0,12%)
     
  • HANG SENG

    26.204,69
    -221,86 (-0,84%)
     
  • NIKKEI

    27.728,12
    +144,04 (+0,52%)
     
  • NASDAQ

    15.157,50
    +84,00 (+0,56%)
     
  • BATS 1000 Index

    0,0000
    0,0000 (0,00%)
     
  • EURO/R$

    6,1067
    -0,0116 (-0,19%)
     

Credit Suisse eleva a 6,9% estimativa de inflação para 2021

·1 minuto de leitura

SÃO PAULO (Reuters) - O Credit Suisse elevou a 6,9% a estimativa para a inflação medida pelo IPCA em 2021, de 6,7% antes, como resultado de novo aumento nos preços de combustíveis pela Petrobras e de expectativa de aumento nos preços dos alimentos devido a condições climáticas "ruins" no país.

A taxa de 6,9% se distancia ainda mais da meta de inflação (3,75%) e do teto da banda de tolerância (5,25%).

A Petrobras anunciou na segunda-feira elevação do preço médio do diesel em 3,7% e o da gasolina em 6,3%. No acumulado do ano, o diesel da Petrobras subiu cerca de 40%, enquanto a gasolina avançou 46%.

"Apesar do reajuste nos preços dos combustíveis, calculamos que os preços internos ainda estejam 11% abaixo da paridade internacional, o que representa um risco para nossa projeção de inflação no final do ano", disseram Solange Srour e Lucas Vilela em relatório.

Ao mesmo tempo, a seca e o frio recente em vários Estados do país têm gerado revisões para baixo em previsões de safra de algumas culturas (como milho) e constatação de perdas em outras (como café).

O Credit Suisse manteve para 2022 projeção de inflação para o IPCA em 4,5%, taxa que já implica descumprimento da meta do próximo ano (​3,50%), cujo teto do intervalo de tolerância está em 5,00%.

Pela Focus, pesquisa divulgada pelo Banco Central com estimativas do mercado financeiro, o IPCA de 2021 deve ficar em 6,07%, caindo para 3,77% em 2022.

(Por José de Castro)

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos