Mercado abrirá em 5 h 16 min
  • BOVESPA

    112.611,65
    +1.322,47 (+1,19%)
     
  • MERVAL

    38.390,84
    +233,89 (+0,61%)
     
  • MXX

    50.466,02
    -571,03 (-1,12%)
     
  • PETROLEO CRU

    87,22
    +0,61 (+0,70%)
     
  • OURO

    1.796,40
    +3,30 (+0,18%)
     
  • BTC-USD

    37.256,12
    +1.148,84 (+3,18%)
     
  • CMC Crypto 200

    847,30
    +27,79 (+3,39%)
     
  • S&P500

    4.326,51
    -23,42 (-0,54%)
     
  • DOW JONES

    34.160,78
    -7,31 (-0,02%)
     
  • FTSE

    7.554,31
    +84,53 (+1,13%)
     
  • HANG SENG

    23.623,62
    -183,38 (-0,77%)
     
  • NIKKEI

    26.717,34
    +547,04 (+2,09%)
     
  • NASDAQ

    14.146,75
    +160,00 (+1,14%)
     
  • BATS 1000 Index

    0,0000
    0,0000 (0,00%)
     
  • EURO/R$

    6,0562
    +0,0322 (+0,53%)
     

Creator Economy: a hora e a vez dos introvertidos ambiciosos

·6 min de leitura

Devo admitir que eu amo o empreendedorismo online! Durante muitas gerações, os extrovertidos gozaram de vantagens incontestáveis na política do alto escalão. Sessenta e cinco por cento dos membros dos conselhos empresariais ainda preferem personalidades extrovertidas no comando, e os extrovertidos dominam os cenários de trabalho nos quais ascender na hierarquia significa ser capaz de participar de conversas espontâneas e maratonar eventos de happy hour.

Quando eu era jovem, minha introversão me deixou tão avesso à vida social que escolhi um curso universitário que “não me obrigaria a falar nada”: música clássica. Precisei tirar dois diplomas antes de perceber que também detestava estar no palco e de ser o centro da atenção das pessoas.

Em resumo, eu não fui feito para levar uma vida social agitada. E é por isso que amo a creator economy (economia dos criadores): nela, a minha introversão e o meu amor por me aprofundar em assuntos do meu interesse são habilidades valiosas e lucrativas. Se você também se considera um introvertido com forte desejo de sucesso profissional, a economia dos criadores pode ser o ambiente perfeito para o próximo passo na sua carreira. A vida de quem trabalha com criação para o digital não é tão fácil quanto pode parecer a princípio. Porém, como um bom introvertido, você conta com algumas vantagens inatas. Vou explicar quatro delas:

A VIDA DE UM CRIADOR REQUER TRABALHO APROFUNDADO

Não consigo escrever um artigo sem mencionar a importância do trabalho dedicado, concentrado e aprofundado. À medida que a capacidade média de atenção humana continua a atrofiar, as soluções produzidas a partir de trabalhos aprofundados se tornarão cada vez mais valiosas. Qualquer pessoa que cria conteúdo dia após dia sabe disso: esse é um trabalho surpreendentemente cerebral e exige que você saiba como entrar em um estado de fluxo de criação – e como manejá-lo.

Uma pesquisa publicada no ano passado na revista Personality And Individual Differences — e conduzida por Tingshu Liu e Mihaly Csikszentmihalyi – observa dois tipos de fluxos criativos: o fluxo social e o fluxo solitário. Extrovertidos se destacam no primeiro tipo e introvertidos no segundo, mas geralmente o fluxo solitário é aquele experimentado com mais intensidade. Sentir prazer passando o tempo sozinho é fundamental para uma carreira viável como criador.

Alguém introvertido e ambicioso, que sonha alto e floresce em silêncio, é um adversário e tanto no cenário da Internet. Na vida de um criador, a chave para encontrar um bom rendimento é sempre terminar aquilo que você já começou – o que, para muitos, pode ser um desafio. Aprenda a encontrar e aproveitar os seus fluxos de trabalho profundo e você vai se impressionar com o que pode realizar.

A VIDA DO CRIADOR CASA BEM COM TRABALHOS ASSÍNCRONOS

Como milhões de mães e de pais têm se desdobrado para dar conta dos cuidados infantis, a ideia de ser pago enquanto você dorme está empurrando muitos profissionais para o empreendedorismo. A economia dos criadores permite que você crie conteúdo hoje e o veicule amanhã, e essa é uma proposta atraente para qualquer pessoa que concilia trabalho e responsabilidades familiares.

Não quer fazer mais chamadas de Zoom? Em vez disso, gere receita com conteúdo que você criou há seis meses, ou há um ano.Um conteúdo bem elaborado pode ser proveitoso para você por meses e anos. Se durante algum tempo os vídeos tiveram seu apogeu na internet, ultimamente os conteúdos curtos e visuais do TikTok e as muitas sequências de ação dos Vingadores nos fizeram retroceder para outros tipos de conteúdo. Áudio e áudio ao vivo também estão em ascensão, e até mesmo a palavra escrita está de volta (pode comemorar!).

Os introvertidos geralmente produzem seus melhores trabalhos em longos períodos de silêncio ininterrupto. E na economia dos criadores você é pago para entregar um bom trabalho – não para estar disponível para responder a mil notificações todos os dias.

A VIDA DO CRIADOR EXIGE RIGOR E REPETIÇÃO…

Para todos aqueles que me disseram que ir para a faculdade de música e estudar trompa francesa era uma perda de tempo, eu poderia responder que meu mestrado está se mostrando muito útil hoje em dia.

A geração de ideias é a parte mais divertida. Mas, em seguida, sempre vem a parte de implementação – e para muitos de nós, é aí que o trabalho fica enfadonho. A vida do criador requer uma alta tolerância para o tédio e persistência para fazer as mesmas tarefas mundanas repetidamente, apenas com o objetivo de adquirir proficiência. Os criadores de sucesso que vemos hoje e que fazem tudo parecer tão fácil costumam ter anos de criação de conteúdo em suas gavetas.

Quando um estudo mostrou imagens de diversos rostos a pessoas com os diferentes tipos de personalidade e mediu suas reações com um eletroencefalograma (EEG), os cérebros extrovertidos iluminaram-se e cérebros introvertidos não. Mas isso não significa que introvertidos odeiem pessoas! Só quer dizer que nós não precisamos de interação social frequente para manter nossa energia em alta. Nesse caso, ter tolerância para trabalhos tediosos, mas de baixa manutenção, é uma grande vantagem competitiva.

Os introvertidos são observadores — especialmente de seu próprio comportamento — e essa atenção aos detalhes pode ajudar a compreender os ciclos de criatividade que você precisa respeitar para se tornar fluente como criador. Outra parte da receita para o sucesso na economia do criador é entender a plataforma que você usa como ferramenta de batalha e aprende a utilizá-la muito bem. O conhecimento do criador exige que você expresse tanto o que você quer dizer quanto o que seu público quer ouvir, e os introvertidos têm um interesse direto em desenvolver esses dois conjuntos de mensagens.

…MAS TAMBÉM REQUER PERÍODOS DE SOLIDÃO E REFLEXÃO

No início desse ano, a diretora, atriz e roteirista vencedora do Emmy Michaela Coel deixou isso bem claro. No discurso que proferiu ao receber seu prêmio pela série I May Destroy You, ela afirmou: “Não tenha medo de desaparecer [deste mundo], de nós, por um tempo, e ver o que chega até você no silêncio.”

Grandes ideias são uma moeda preciosa na economia creator. Frequentemente, a melhor saída para escritores acabarem com o bloqueio criativo é fazer uma pausa, limpar a cabeça e deixar as ideias marinarem por um ou dois dias. Você pode até precisar se desintoxicar temporariamente de estímulos constantes, como os das mídias sociais. Isso cria espaço para que os pensamentos originais e o entusiasmo voltem à superfície.

A tranquilidade é uma incubadora de ideias excepcionais, e os introvertidos contam com a vantagem adicional de serem energizados pela solidão. Se você consegue fazer tudo isso e tem vontade de experimentar a economia criativa, experimente reservar algum tempo para o retiro pessoal e para a reflexão.

Normalmente condenados a uma vida inteira lidando com políticas empresariais ou, no máximo, trabalhando em organizações mais flexíveis, os introvertidos ambiciosos têm hoje à sua frente um novo caminho para o sucesso: a internet. Aprenda a manejar bem a rede mundial de computadores e sua tenacidade para pensar será recompensada dentro dos próximos anos.

O post Creator Economy: a hora e a vez dos introvertidos ambiciosos apareceu primeiro em Fast Company Brasil | O Futuro dos Negócios.

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos