Mercado fechará em 6 h 29 min
  • BOVESPA

    109.951,49
    +2.121,77 (+1,97%)
     
  • MERVAL

    38.390,84
    +233,89 (+0,61%)
     
  • MXX

    53.125,01
    -210,50 (-0,39%)
     
  • PETROLEO CRU

    78,30
    -0,17 (-0,22%)
     
  • OURO

    1.894,10
    +3,40 (+0,18%)
     
  • BTC-USD

    22.690,21
    -487,56 (-2,10%)
     
  • CMC Crypto 200

    522,70
    -14,19 (-2,64%)
     
  • S&P500

    4.117,86
    -46,14 (-1,11%)
     
  • DOW JONES

    33.949,01
    -207,68 (-0,61%)
     
  • FTSE

    7.942,50
    +57,33 (+0,73%)
     
  • HANG SENG

    21.624,36
    +340,84 (+1,60%)
     
  • NIKKEI

    27.584,35
    -22,11 (-0,08%)
     
  • NASDAQ

    12.683,00
    +137,75 (+1,10%)
     
  • BATS 1000 Index

    0,0000
    0,0000 (0,00%)
     
  • EURO/R$

    5,6185
    +0,0511 (+0,92%)
     

Crítica A Vida Mentirosa dos Adultos | Série é obra profunda sobre insegurança

A mais nova adaptação dos livros de Elena Ferrante para o audiovisual acaba de chegar à Netflix: A Vida Mentirosa dos Adultos. Uma das séries mais aguardadas deste mês de janeiro, ela é baseada no romance homônimo da autora, que mais uma vez homenageia a Itália e fala sobre descobertas e amadurecimento.

A Vida Mentirosa dos Adultos acompanha a vida da adolescente Giovanna, interpretada pela estreante Giordana Marengo, e sua família. A rotina da jovem e tudo o que ela pensava sobre a vida começam a ser questionados quando ela descobre a existência de uma tia que seus pais odeiam.

Ela se chama Vittoria, personagem de Valeria Golino, que se afastou da família após uma briga com o irmão e pai de Giovana, Andrea (Alessandro Preziosi). Aos poucos, Giovanna começa a entender o que aconteceu em ambos os lados e passa a tirar suas próprias conclusões, isso enquanto suas decisões resultam em consequências a todos em sua volta.

Atenção: esta crítica pode conter spoilers de A Vida Mentirosa dos Adultos!

<em>Vittoria é tia de Giovanna (Imagem: Divulgação/Netflix)</em>
Vittoria é tia de Giovanna (Imagem: Divulgação/Netflix)

Mentiras

Como o próprio nome da série diz, a história de Elena Ferrante é sobre mentiras. Quando crianças e adolescentes, achamos que sabemos de tudo com base no que está em nosso redor e no que nossos pais, avós ou tios nos contam. Somente quando crescemos e viramos adultos que entendemos a motivação de muitos acontecimentos, e também o impulso dos mais velhos em proteger os menores.

Descobrir que nossas famílias são compostas por seres humanos que erram e acertam constantemente pode ser doloroso, e é por esse processo que Giovanna passa. A jovem cresceu com pais bem apessoados, acadêmicos e engajados em política, enquanto ela não demonstra qualquer interesse parecido.

<em>A vida real dos adultos é bastante dolorosa (Imagem: Divulgação/Netflix)</em>
A vida real dos adultos é bastante dolorosa (Imagem: Divulgação/Netflix)

Mesmo assim, ela sempre buscou aprovação dos pais, e ouvir do patriarca que ela estava ficando feia como a tia Vittoria foi a gota d'água para que a sua vida mudasse completamente. Os primeiros contatos de Giovanna com a tia resultam em interações incríveis de assistir, sendo uma dinâmica que surpreende entre uma mulher adulta mais extrovertida com uma adolescente fechada.

Verdades doloridas

Inicialmente, a série da Netflix dá a entender que será uma trama apenas sobre afeto familiar, com Giovanna explorando mais a vida ao lado da tia. No entanto, a jovem se depara com mais e mais mentiras, com elas aparecendo de todas as formas possíveis.

Logo, nos deparamos com uma personagem que passa a caminhar com as próprias pernas, nos fazendo questionar em vários momentos se ela já não é adulta.

<em>A relação entre tia e sobrinha começa bem, mas fica complicada (Imagem: Divulgação/Netflix)</em>
A relação entre tia e sobrinha começa bem, mas fica complicada (Imagem: Divulgação/Netflix)

É quando as belas paisagens de Nápoles, na Itália, e suas diferentes culturas passam a ser cenário de temas mais intensos, como política, religião, violência e abuso sexual. Essas cenas mais pesadas, inclusive, não são explicitamente mostradas em forma de crítica e pode até enganar como uma romantização de uma adolescente perdendo a virgindade com um homem claramente adulto, por exemplo.

Giovanna começa a se relacionar com as pessoas em sua volta, as que já conhecia e passou a conhecer, e a vida começa a ficar mais difícil, intensa e reflexiva. A personagem passa a buscar um espaço para se encaixar, tentando ter uma vida adulta enquanto ainda sofre com os dilemas clichês da adolescência.

<em>A série se passa em Nápoles, na Itália (Imagem: Divulgação/Netflix)</em>
A série se passa em Nápoles, na Itália (Imagem: Divulgação/Netflix)

Mesmo com tanta imaturidade da personagem, A Vida Mentirosa dos Adultos não é como uma série adolescente padrão, pois entrega os acontecimentos de forma mais poética e reflexiva. Essa intensidade de sentimentos é vista nos diálogos, ângulos, narração e trilha sonora, além de uma excelente escolha pra o elenco, que tornou a trama em uma boa produção.

A duração da série é o suficiente para retratar as descobertas de Giovanna na obra de Elena Ferrante, e os episódios de uma hora de duração conseguem transmitir bem a proposta da trama sem que ela seja cansativa ou ainda repetitiva.

Você já pode assistir aos seis episódios de A Vida Mentirosa dos Adultos na Netflix.

Fonte: Canaltech

Trending no Canaltech: