Mercado abrirá em 8 h 14 min
  • BOVESPA

    120.933,78
    -180,15 (-0,15%)
     
  • MERVAL

    38.390,84
    +233,89 (+0,61%)
     
  • MXX

    48.072,62
    -654,36 (-1,34%)
     
  • PETROLEO CRU

    63,91
    +0,53 (+0,84%)
     
  • OURO

    1.772,50
    +1,90 (+0,11%)
     
  • BTC-USD

    55.004,83
    -2.144,70 (-3,75%)
     
  • CMC Crypto 200

    1.242,99
    -55,96 (-4,31%)
     
  • S&P500

    4.163,26
    -22,21 (-0,53%)
     
  • DOW JONES

    34.077,63
    -123,04 (-0,36%)
     
  • FTSE

    7.000,08
    -19,45 (-0,28%)
     
  • HANG SENG

    29.105,73
    -0,42 (-0,00%)
     
  • NIKKEI

    29.042,23
    -643,14 (-2,17%)
     
  • NASDAQ

    13.916,00
    +18,75 (+0,13%)
     
  • BATS 1000 Index

    0,0000
    0,0000 (0,00%)
     
  • EURO/R$

    6,6891
    +0,0134 (+0,20%)
     

Crítica | Quem Casa Quer Casa se apoia na dúvida entre o sentimento e a razão

Natalie Rosa
·4 minuto de leitura

Há uma infinidade de temas para criar reality shows, disso não há dúvidas. Para ter certeza disso, basta navegar pelas plataformas de streaming, principalmente pela Netflix por contar com um catálogo maior. Lá, é possível encontrar programas baseados na vida real com as mais diversas temáticas possíveis, sejam elas de casamento, estilo de vida ou de profissões.

A estreia mais recente aconteceu em março com o lançamento da série Quem Casa Quer Casa. A premissa do programa é simples e, com certeza, é o dilema de muitas pessoas: você tem que escolher se quer se casar ou comprar uma casa. Mas, calma, não é bem assim. Uma festa de casamento e um imóvel têm valores diferentes, ainda que ambos sejam muito caros, certo? Então, a ideia da atração é trazer ofertas que se encaixem em cada orçamento dos participantes para que eles decidam suas maiores prioridades.

Se o seu orçamento para uma festa de casamento é de US$ 50 mil, por exemplo, uma especialista em festas vai correr atrás de fazer você pagar menos que isso sem precisar cortar muitas coisas, como a quantidade de convidados ou o buffet. O mesmo vale para os imóveis, mesmo que os valores sejam ainda mais exorbitantes, contando com seis dígitos ou mais, mas considerando valores de entrada e parcelamento.

<em>Imagem: Divulgação/Netflix</em>
Imagem: Divulgação/Netflix

Atenção: esta crítica pode contar com spoilers sobre o reality show Quem Casa Quer Casa!

Ao começar a assistir à série Quem Casa Quer Casa, a dúvida que o programa aborda pode parecer óbvia para ambas as preferências. Há quem prefira, com certeza, encontrar um bom negócio na hora de fazer uma festa de casamento, algo que é extremamente caro e que dura apenas um dia, e há quem prefira, com certeza, optar por um desconto incrível na hora de comprar a casa própria, que provavelmente será por toda a vida. O mais curioso dessa dúvida é que um lado preza pela questão sentimental e o outro pela segurança.

A dúvida parece assolar os participantes do começo ao fim, com alguns deles realmente mostrando a confusão em seus olhares quando são apresentados às propostas. Para que eles escolham o que querem fazer, existe uma competição paralela no programa envolvendo uma especialista em imóveis e uma especialista em casamentos, cada uma delas correndo atrás de benefícios para que os casais as escolham.

<em>Imagem: Divulgação/Netflix</em>
Imagem: Divulgação/Netflix

Mesmo que cada pessoa tenha a sua opinião definida no subconsciente do que seria a melhor opção, as profissionais são realmente boas na hora de buscar fornecedores e empresas que podem ajudar nesses custos, ainda que o fato de ser para um programa de televisão ajude bastante. Isso faz com que os participantes do programa, nitidamente, fiquem confusos na hora de tomar a decisão, mas nem sempre conseguimos acertar em quem vai optar pela emoção e quem vai pensar na razão.

Cada um tem motivos para cada escolha, seja pela representatividade do que significaria aquele casamento na sociedade e na família, ou pela necessidade de trocar de casa e pensar na segurança de parar de pagar aluguel e conseguir ter o imóvel dos sonhos. Com esses fatores jogados na série, é impossível o espectador não se colocar no lugar dos casais, fazerem as escolhas e torcer para que elas sejam as certas no final. Infelizmente, algumas pessoas que escolheram o casamento tiveram a celebração afetada pela pandemia da COVID-19, que veio logo na sequência das gravações.

<em>Imagem: Divulgação/Netflix</em>
Imagem: Divulgação/Netflix

Quem Casa Quer Casa também entretém na hora de mostrar a busca pelos benefícios da compra, nos levando a conhecer as casas que serão ofertadas, assistir às provas de vestidos de noiva, a conhecer diferentes locais de cerimônia, detalhes de obras, entre muitas outras coisas que já são abordadas em outros reality shows.

Além do entretenimento, a série pode, através dessas escolhas importantes para a vida, mostrar a realidade da economia dos Estados Unidos quando se trata de uma nova geração. Ao menos na cultura ocidental, a cada vez mais os millennials e as gerações futuras acabam deixando para o futuro os sonhos que seus pais escolheram muito cedo. A característica da faixa etária é sempre focar na profissão e nos estudos, para depois pensar em fazer algo por você, no caso o casamento, e fazer investimentos para o fim da vida, como com a compra de um imóvel.

Quem Casa Quer Casa está disponível em 10 episódios na Netflix.

Fonte: Canaltech

Trending no Canaltech: