Mercado abrirá em 6 h 47 min
  • BOVESPA

    129.513,62
    +1.085,64 (+0,85%)
     
  • MERVAL

    38.390,84
    +233,89 (+0,61%)
     
  • MXX

    50.558,32
    +387,54 (+0,77%)
     
  • PETROLEO CRU

    73,49
    +0,19 (+0,26%)
     
  • OURO

    1.780,30
    +3,60 (+0,20%)
     
  • BTC-USD

    34.525,14
    +1.647,66 (+5,01%)
     
  • CMC Crypto 200

    830,79
    +44,18 (+5,62%)
     
  • S&P500

    4.266,49
    +24,65 (+0,58%)
     
  • DOW JONES

    34.196,82
    +322,58 (+0,95%)
     
  • FTSE

    7.109,97
    +35,91 (+0,51%)
     
  • HANG SENG

    29.272,63
    +390,17 (+1,35%)
     
  • NIKKEI

    29.061,58
    +186,35 (+0,65%)
     
  • NASDAQ

    14.362,25
    +8,00 (+0,06%)
     
  • BATS 1000 Index

    0,0000
    0,0000 (0,00%)
     
  • EURO/R$

    5,8661
    +0,0038 (+0,06%)
     

Crítica | O Caso Evandro enriquece história de podcast levando ao audiovisual

·3 minuto de leitura

Já tem um bom tempo em que se fala sobre true crime, ou crime real na tradução literal, aqui no Brasil. Entre documentários e podcasts, a temática gerou um grande grupo de fãs que têm a sua curiosidade atiçada por essas produções, que explicam o ocorrido minuciosamente, estejam eles resolvidos ou não. E em meio aos lançamentos estrangeiros, uma nova série documental vem se destacando nos últimos dias: O Caso Evandro.

A produção original do Globoplay é derivada de um podcast chamado Projeto Humanos, que em uma das temporadas resolveu abordar um caso bizarro que aconteceu na cidade de Guaratuba, no litoral do Paraná. O podcast, que já possui 33 episódios e mais de 48 horas de material, conta a história de Evandro, uma criança que desapareceu e, poucos dias depois, foi encontrada já sem vida e com marcas de violência extrema, abordando questões relacionadas à intolerância religiosa e disputas políticas.

<em>Imagem: Divulgação/Globoplay</em>
Imagem: Divulgação/Globoplay

Atenção: esta crítica contém spoilers da série documental O Caso Evandro!

Um dos grandes desafios da produção da série documental foi transformar um material de áudio em audiovisual, uma vez que o podcast conta com informações extremamente detalhadas. Isso, no entanto, se devia justamente ao fato de não ter imagens, sendo preciso criar essas figuras na mente de quem estava ouvindo. Sendo assim, o lançamento traz dois tipos de experiência.

A primeira é de quem já acompanhava o podcast, que finalmente pode conferir os rostos das pessoas citadas, imagens da cidade, do apresentador e criador do projeto, Ivan Mizanzuk, entre outros detalhes. A segunda se torna ainda mais rica, pois quem não conhecia a história, tampouco o podcast, se surpreendeu com o caso ainda nos dois primeiros episódios já trouxeram informações de vários outros da versão em áudio.

<em>Imagem: Divulgação/Globoplay</em>
Imagem: Divulgação/Globoplay

Assim como no podcast, a história é narrada com as palavras de Ivan Mizanzuk, que ao longo dos últimos anos tem dedicado parte de seus esforços profissionais em investigar o caso, trazendo ao público informações nunca antes divulgadas, inclusive em relação às pessoas acusadas. A forma em que o apresentador consegue conduzir os fatos, sentado em seu escritório, traz uma sensação de proximidade com a história, como se ela tivesse sendo contada em uma conversa com um amigo.

A investigação feita pelo criador da produção, inclusive, consegue se destacar em meio a outros títulos, já que Mizanzuk fez de forma independente um trabalho gigantesco que é imaginável como possível apenas por trás de um grande periódico ou uma grande emissora. Ouvintes do podcast podem garantir que a riqueza de detalhes levados ao público são exemplos não só de um grande esforço, como de um compromisso com a justiça, que ainda não foi feita neste caso.

<em>Imagem: Divulgação/Globoplay</em>
Imagem: Divulgação/Globoplay

O Caso Evandro também traz questões importantes para serem debatidas, que nos dois primeiros episódios já são apresentadas: a intolerância religiosa e o desaparecimento de outras crianças. A série documental nos mostra como religiões como o candomblé e a umbanda eram tratados na década de 1990, com muito mais preconceito dos dias de hoje. Termos como "magia negra" foram usados no caso apenas para chocar ainda mais a população desinformada e com suas crenças já estabelecidas.

A forma em que o corpo de Evandro foi encontrado já era chocante por si só, então bastou uma conclusão do que poderia ter acontecido para que a população da cidade já acreditasse que era hora de fazer justiça. Em meio às disputas políticas que levaram às conclusões e ao destino dos envolvidos, o documentário, em seus primeiros episódios, sugere que o principal possa ter sido deixado de lado pelas autoridades: investigar a relação entre os sumiços das crianças e trazer justiça a todos os pais. Porém, graças aO Caso Evandro isso não vai ser esquecido tão cedo.

O Caso Evandro está disponível no Globoplay.

Fonte: Canaltech

Trending no Canaltech:

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos