Mercado fechado
  • BOVESPA

    104.343,10
    +3.568,53 (+3,54%)
     
  • MERVAL

    38.390,84
    +233,89 (+0,61%)
     
  • MXX

    50.856,92
    +849,76 (+1,70%)
     
  • PETROLEO CRU

    66,81
    +1,24 (+1,89%)
     
  • OURO

    1.766,20
    -15,40 (-0,86%)
     
  • BTC-USD

    56.973,43
    +69,88 (+0,12%)
     
  • CMC Crypto 200

    1.448,82
    +9,94 (+0,69%)
     
  • S&P500

    4.577,10
    +64,06 (+1,42%)
     
  • DOW JONES

    34.639,79
    +617,75 (+1,82%)
     
  • FTSE

    7.129,21
    -39,47 (-0,55%)
     
  • HANG SENG

    23.788,93
    +130,01 (+0,55%)
     
  • NIKKEI

    27.753,37
    -182,25 (-0,65%)
     
  • NASDAQ

    15.990,00
    +120,25 (+0,76%)
     
  • BATS 1000 Index

    0,0000
    0,0000 (0,00%)
     
  • EURO/R$

    6,3758
    -0,0710 (-1,10%)
     

Crítica A Máfia dos Tigres 2 | Série tenta bombar mais uma vez, mas perde o foco

·3 min de leitura

O início da pandemia da covid-19 foi um período difícil para todo o mundo. Ninguém entendia muito bem o que estava acontecendo, ainda que houvesse esperança de que o vírus fosse passageiro e tudo seria resolvido logo. Porém, a cada dia que passava, mais assustadora ficava a situação, fazendo as pessoas se apegarem ao entretenimento para esquecer dos problemas que vieram com o coronavírus. E uma das coisas que mais ajudaram o povo a desopilar foi a estreia do documentário A Máfia dos Tigres.

A série estreou na Netflix em março de 2020, contando uma história que, por mais cômica que seja, é pesada e triste. Os assinantes do serviço de streaming se chocaram com a história de Joe Exotic, ao mesmo tempo em que se divertiram com personagens da vida real e suas personalidades um tanto quanto caricatas. O documentário diverte, mas também choca e revolta em vários níveis, tanto pela denúncia de maus tratos aos animais, quanto pela banalidade na forma em que essas pessoas lidam com os problemas.

<em>Imagem: Divulgação/Netflix</em>
Imagem: Divulgação/Netflix

O sucesso de A Máfia dos Tigres foi grande, resultando em pessoas atacando ou defendendo Joe Exotic, envolvendo a história com a política norte-americana, inspirando a criação de uma série com Nicolas Cage que nunca saiu do papel, até que fosse confirmada, oficialmente, a estreia de uma segunda temporada. Mais curta que a primeira, a nova leva de episódios acaba de chegar à Netflix.

Atenção: esta crítica contém spoilers de A Máfia dos Tigres!

Logo no começo da temporada, a série se gaba de ter feito o sucesso que fez, mas por mais que pareça um deslumbramento, eles têm razão. O documentário, de fato, foi um fenômeno. Enquanto o foco da primeira temporada foi em Joe Exotic, suas desavenças e os acontecimentos ao seu redor, a continuação, uma vez que Joe está preso, foi o momento de se aprofundar nos outros personagens, como Carole Baskin, claro, o sumiço de seu ex-marido, Don Lewis, além de Jeff Lowe e Tim Stark. Porém, a sensação é de que a série não conseguiu encontrar um objetivo concreto para esta nova temporada.

<em>Imagem: Divulgação/Netflix</em>
Imagem: Divulgação/Netflix

Ainda assim, a série documental entrega tudo o que promete, com muita breguice, irresponsabilidade, achismos, acusações e muitos, muitos crimes, resultando no mesmo entretenimento caótico entregue na primeira temporada. O grande ponto alto da série é uma pequena investigação sobre o paradeiro de Don, rebatendo a famosa acusação de que Carole teria matado o ex-marido e jogado seu corpo para os animais comerem.

Carole, inclusive, teve bastante tempo de tela mesmo sem ter aceitado participar oficialmente da série, com imagens de arquivo e de seus próprios vídeos. Ela ganha um grande destaque, ao contrário de seu inimigo número 1, que tentou sair da cadeia pedindo o perdão de Donald Trump, o então presidente dos Estados Unidos. Exotic, além de continuar jurando que é inocente, acredita que deve sair da cadeia em breve e não economiza nas palavras duras a seus velhos e novos inimigos.

<em>Imagem: Divulgação/Netflix</em>
Imagem: Divulgação/Netflix

Os acontecimentos que ganham continuidade na série são, de fato, dignos de uma boa série documental de crimes reais, se não fosse por toda a bizarrice envolvida na história, que a deixa sem um foco muito definido. Muitas das questões envolvem acusados acusando outras pessoas e se defendendo, criando um emaranhado de teorias da conspiração mais bizarras dos Estados Unidos. Basicamente, a mesma intenção da primeira temporada, mas fica a pergunta: ainda estamos nesse hype? Essa bagunça ainda nos interessa?

Ao menos, a nova temporada da série documental terminou mostrando um final feliz para muitos dos tigres maltratados, que foram resgatados e hoje podem correr livres e longe de jaulas. Enquanto os humanos mostram o seu pior lado da história a cada episódio, os felinos conseguem ser respeitados pela primeira vez.

A segunda temporada de A Máfia dos Tigres já está disponível na Netflix em cinco episódios.

Fonte: Canaltech

Trending no Canaltech:

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos