Mercado fechará em 2 h 2 min
  • BOVESPA

    113.286,99
    +1.013,98 (+0,90%)
     
  • MERVAL

    38.390,84
    +233,89 (+0,61%)
     
  • MXX

    54.528,25
    +6,82 (+0,01%)
     
  • PETROLEO CRU

    78,64
    +0,74 (+0,95%)
     
  • OURO

    1.942,80
    +3,60 (+0,19%)
     
  • BTC-USD

    23.112,52
    -61,01 (-0,26%)
     
  • CMC Crypto 200

    525,03
    +6,24 (+1,20%)
     
  • S&P500

    4.045,17
    +27,40 (+0,68%)
     
  • DOW JONES

    33.807,41
    +90,32 (+0,27%)
     
  • FTSE

    7.771,70
    -13,17 (-0,17%)
     
  • HANG SENG

    21.842,33
    -227,40 (-1,03%)
     
  • NIKKEI

    27.327,11
    -106,29 (-0,39%)
     
  • NASDAQ

    12.072,50
    +104,50 (+0,87%)
     
  • BATS 1000 Index

    0,0000
    0,0000 (0,00%)
     
  • EURO/R$

    5,5305
    -0,0165 (-0,30%)
     

Crítica Casamento às Cegas Brasil | Temporada 2 é mais inclusiva, mas elenco não

Depois de mais de um ano de espera, finalmente a segunda temporada de Casamento às Cegas Brasil estreou como um dos lançamentos mais aguardados da Netflix em dezembro. O reality show é derivado da versão original, dos Estados Unidos, e reúne homens e mulheres solteiros dispostos a saírem casados dessa experiência.

Em Casamento às Cegas, os participantes se conhecem apenas através da voz, sem ter qualquer contato visual e físico. Aqueles que conseguirem criar uma conexão diferente de como acontece na vida real, então, podem pedir o pretendende em casamento. Nos próximos passos eles se conhecem, passam por uma lua de mel, moram juntos e, enfim, se casam.

Atenção: esta crítica contém spoilers da segunda temporada de Casamento às Cegas Brasil!

<em>A temporada estreou com quatro episódios (Imagem: Divulgação/Netflix)</em>
A temporada estreou com quatro episódios (Imagem: Divulgação/Netflix)

Representatividade

Desde que a primeira temporada da versão original de Casamento às Cegas foi ao ar, muitos se questionaram sobre o programa dar preferência às pessoas com visual padrão, principalmente mulheres magras e "saradas". Agora, a produção brasileira fez o mesmo que a terceira temporada dos EUA: colocou mulheres gordas no elenco.

Vale destacar que, por muito tempo, a palavra "gordo" era vista como ofensa, então era comum utilizar termos como "acima do peso" ou "gordinho" como forma de tentar amenizar essa característica. Porém, a conscientização vem cada vez mais desmistificando essa palavra em nossa sociedade, a relacionando a um simples aspecto físico de alguém, sem ser pejorativa.

Na temporada 2 de Casamento às Cegas Brasil, o relacionamento de Amanda com Paulo foi destacado justamente por ela ser uma mulher gorda, o que era novidade no programa, e demonstrar que existe o medo da rejeição por essa característica.

Basta fazer uma busca no Twitter sobre o assunto para ver que muitas mulheres se identificam com o caso, e que é doloroso assistir a homens recusando mulheres que não estão dentro do padrão imposto.

Este conteúdo não está disponível devido às suas preferências de privacidade.
Para vê-los, atualize suas configurações aqui.

Paulo, que chegou a dizer a outra participante que nunca havia desistido de nada em sua vida, desistiu de seguir com o relacionamento com Amanda ao descobrir que o corpo da participante não era o que ele estava esperando. Ele chegou a se justificar, dizendo que não estava preparado para uma mulher "forte e empoderada" como ela, e claro que as desculpas foram as palavras definitivas para entregar toda a problemática sobre corpos femininos e relacionamentos afetivos e sexuais.

Tudo isso ter acontecido deixa ainda mais curioso o experimento proposto por Casamento às Cegas Brasil, que diz querer provar se o amor é realmente cego. As pessoas querem viver a experiência, querem encontrar um grande amor, mas não estão dispostos a viverem a proposta sem alimentar seus grandes egos.

Mais tretas

Mas nem todos os primeiros quatro episódios da temporada são sobre temas que finalmente estão sendo debatidos em reality shows, também rendendo alguns conflitos, alguns deles caóticos.

Vimos que Bruna, que também conversava com Paulo, quis desistir do programa levando ele junto, mas ele disse que nunca havia desistido de nada e recusou a proposta para, então, desistir de casar com Amanda ao conhecê-la.

Além disso, Alisson e Thamara ficaram noivos, mas dias antes o rapaz ficou extremamente incomodado com a forma que outro participante falou sobre ela, a defendendo.

<em>O reality show vai ganhar novos episódios toda semana até o dia 11 de janeiro (Imagem: Divulgação/Netflix)</em>
O reality show vai ganhar novos episódios toda semana até o dia 11 de janeiro (Imagem: Divulgação/Netflix)

O quarto episódio do reality show chegou ao fim com os casais prontos para morarem juntos, mas são poucos que realmente parecem estar vivendo um romance.

Até então, nenhuma briga feia aconteceu, mas talvez esse milagre não se sustente quando eles forem conhecer as famílias de seus respectivos. A esperança para a segunda temporada de Casamento às Cegas Brasil também é que o último episódio já tenha o reencontro, que acaba trazendo mais emoções que a temporada em si.

Você já pode assistir aos quatro primeiros episódiso de Casamento às Cegas Brasil na Netflix. Os próximos saem em 4 e 11 de janeiro.

Fonte: Canaltech

Trending no Canaltech: