Mercado fechado
  • BOVESPA

    106.247,15
    -2.542,18 (-2,34%)
     
  • MERVAL

    38.390,84
    +233,89 (+0,61%)
     
  • MXX

    50.394,03
    -1.070,00 (-2,08%)
     
  • PETROLEO CRU

    108,58
    -1,01 (-0,92%)
     
  • OURO

    1.815,20
    -0,70 (-0,04%)
     
  • BTC-USD

    28.849,80
    -1.657,63 (-5,43%)
     
  • CMC Crypto 200

    650,57
    -20,11 (-3,00%)
     
  • S&P500

    3.923,68
    -165,17 (-4,04%)
     
  • DOW JONES

    31.490,07
    -1.164,52 (-3,57%)
     
  • FTSE

    7.438,09
    -80,26 (-1,07%)
     
  • HANG SENG

    20.644,28
    +41,76 (+0,20%)
     
  • NIKKEI

    26.911,20
    +251,45 (+0,94%)
     
  • NASDAQ

    11.876,25
    -59,25 (-0,50%)
     
  • BATS 1000 Index

    0,0000
    0,0000 (0,00%)
     
  • EURO/R$

    5,2221
    +0,0038 (+0,07%)
     

CPU de 1990 leva 3 horas para iniciar Windows XP; veja vídeo

  • Opa!
    Algo deu errado.
    Tente novamente mais tarde.
Neste artigo:
  • Opa!
    Algo deu errado.
    Tente novamente mais tarde.
Windows XP marcou uma geração de usuários, chamando atenção por oferecer uma interface moderna. (Justin Sullivan/Getty Images)
Windows XP marcou uma geração de usuários, chamando atenção por oferecer uma interface moderna. (Justin Sullivan/Getty Images)
  • Processador usado no teste é 223 mais lento que o recomendado;

  • Windows XP exige processador capaz de alcançar frequências de 233 MHz;

  • Minutos após ligar, sistema encerrou com a famosa Tela Azul da Morte;

Lançado em 2001, o Windows XP se tornou uma febre no mundo e consolidou a Microsoft na liderança dos sistemas operacionais. Pensando nisso, o usuário NTDev do Twitter decidiu realizar um experimento: rodar o sistema em um computador com um processador 223 mais lento que o recomendado. No Intel Pentium de 1 MHz de 1993, o Windows XP levou 3 horas para inicializar.

O experimento com a CPU mostra que o sistema levou nada menos que 3 horas para iniciar a Área de Trabalho do Windows XP, pois um processador de 1 MHz é insuficiente para executar até mesmo o Windows 3.0 de 1990.

No teste, o usuário ainda tentou abrir um monitor de frequência de CPU, entretanto os limites da capacidade do hardware e do software fizeram que esta tarefa levasse vários minutos e ainda mostrasse a famosa Tela Azul da Morte ao encerrar o sistema.

Segundo NTDev, o experimento foi motivado apenas para título de curiosidade, pois ele é o responsável por outras façanhas como executar o Windows 10 em uma placa VGA.

O Windows XP marcou uma geração de usuários, chamando atenção por oferecer uma interface moderna, já equipada com um conjunto bastante completo de aplicativos e jogos. Tudo isso exigia uma configuração robusta para a época, um processador capaz de alcançar frequências de 233 MHz.

O que antes era considerado avançado, atualmente é possível ter no bolso. Um celular de entrada moderno consegue alcançar frequências de 1,6 GHz, cerca de 590% do mínimo exigido pelo Windows XP. Já um processador moderno, como o Core i9-12900 da Intel, consegue alcançar máximas de 5,10 GHz — um aumento em 2100%.

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos