Mercado fechado

CPI da Covid: senador do PT diz que foi alvo de espionagem

·2 minuto de leitura

BRASÍLIA — O senador Rogério Carvalho (PT-SE), integrante da CPI da Covid, disse nesta terça-feira que foi alvo de uma suposta espionagem em seu estado. Em sessão da comissão, o parlamentar do Sergipe lançou suspeitas sobre o ministro da Defesa Braga Netto.

— Eu quero informar esta CPI e a todos que estão ouvindo que eu fui surpreendido semana passada: fui convidado por um amigo para uma conversa e ele relatou que recebeu um oficial do exército, um coronel do exército da reserva com um oficial da ativa, que foram ao meu estado pra bisbilhotar a minha vida pra saber o que é que podia ter para usar contra mim. Eu quero dizer ao senhor Braga Netto, que foi o emissário do oficial do Exército para fazer espionagem contra um parlamentar, um senador da república que eu não tenho medo, que eu não abrirei mão das minhas convicções, que eu, com a minha vida, pela causa que eu defendo, e ninguém vai intimidar!

O parlamentar não apresentou provas do seu relato nem revelou a identidade dos militares que teriam feito a suposta espionagem.

Na CPI, um requerimento assinado por Carvalho pede que o ministro Braga Netto seja convocado a depor na comissão. O documento ainda não foi votado pelos senadores.

— E quero mais: dizer que aquele requerimento que eu pedi que fosse feito pela presidência desta comissão solicitando os registros, os segredos ou sigilos do ministro da Casa Civil (cargo antes ocupado por Braga Netto) para o Ministério da Saúde que, por favor, depois dessa ameaça, é o mínimo que a gente pode fazer para esclarecer e dizer, não para confrontar, mas pra dizer que essa CPI não se curva a ameaças autoritárias de um tempo que achávamos que já tínhamos superado.

Procurado para falar sobre o assunto, o Ministério da Defesa ainda não se manifestou.

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos