Mercado fechará em 2 h 2 min
  • BOVESPA

    105.148,44
    +682,20 (+0,65%)
     
  • MERVAL

    38.390,84
    +233,89 (+0,61%)
     
  • MXX

    51.036,81
    +109,43 (+0,21%)
     
  • PETROLEO CRU

    67,67
    +1,17 (+1,76%)
     
  • OURO

    1.777,40
    +14,70 (+0,83%)
     
  • BTC-USD

    55.057,78
    -1.179,57 (-2,10%)
     
  • CMC Crypto 200

    1.397,31
    -44,45 (-3,08%)
     
  • S&P500

    4.513,71
    -63,39 (-1,38%)
     
  • DOW JONES

    34.398,96
    -240,83 (-0,70%)
     
  • FTSE

    7.122,32
    -6,89 (-0,10%)
     
  • HANG SENG

    23.766,69
    -22,24 (-0,09%)
     
  • NIKKEI

    28.029,57
    +276,20 (+1,00%)
     
  • NASDAQ

    15.622,50
    -366,00 (-2,29%)
     
  • BATS 1000 Index

    0,0000
    0,0000 (0,00%)
     
  • EURO/R$

    6,4140
    +0,0338 (+0,53%)
     

Covid deixou 12 mil órfãos de até 6 anos de idade no Brasil, mostram cartórios

·2 min de leitura
*ARQUIVO* SAO PAULO, SP, 27.04.2021: COTIDIANO - CORONAVIRUS - Ensaio em cemitério para o dia em que o Brasil atinge 400 mil mortos por Covid-19. Na foto, vista aérea de quadras com covas abertas no Cemitério Vila Formosa, na manhã desta terça-feira. (Foto: Mathilde Missioneiro/Folhapress)
*ARQUIVO* SAO PAULO, SP, 27.04.2021: COTIDIANO - CORONAVIRUS - Ensaio em cemitério para o dia em que o Brasil atinge 400 mil mortos por Covid-19. Na foto, vista aérea de quadras com covas abertas no Cemitério Vila Formosa, na manhã desta terça-feira. (Foto: Mathilde Missioneiro/Folhapress)

SÃO PAULO, SP (FOLHAPRESS) - Ao menos 12.211 crianças de até seis anos de idade no Brasil ficaram órfãs de um dos pais vítimas da Covid-19 entre 16 de março de 2020 e 24 de setembro deste ano.

O levantamento é da Arpen-Brasil (Associação Nacional dos Registradores de Pessoas Naturais), que aponta, ainda, que 25,6% dessas crianças não tinham completado um ano. As informações são da Agência Brasil.

Já 18,2% tinham um ano de idade; 18,2%, dois anos de idade; 14,5%, três anos; 11,4%, quatro anos; 7,8% tinham cinco anos; e 2,5%, seis anos. São Paulo, Goiás, Rio de Janeiro, Ceará e Paraná foram os estados que mais registraram óbitos de pais com filhos nesta faixa etária.

Os dados foram levantados com base no cruzamento entre os CPFs dos pais nos registros de nascimentos e de óbitos feitos nos 7.645 cartórios de registro civil do país desde 2015, ano em que as unidades passaram a emitir o documento diretamente nas certidões de nascimento das crianças recém-nascidas em todo o território nacional.

Os números obtidos pela Arpen-Brasil, entidade que representa os cartórios de registro civil do Brasil e administra o Portal da Transparência, mostram que 223 pais morreram antes do nascimento de seus filhos, enquanto 64 crianças, até a idade de seis anos, perderam pai e mãe vítimas da Covid-19.

“A base de dados dos cartórios tem auxiliado constantemente os poderes públicos, os laboratórios e os institutos de pesquisas a dimensionar o tamanho da Covid-19 em nosso país, e o fato de termos esta parceria com a Receita Federal para a emissão do CPF na certidão de nascimento dos recém-nascidos nos permitiu chegar a este número parcial, mas já impactante”, disse, em nota, o presidente da Arpen-Brasil, Gustavo Renato Fiscarelli.

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos